Carreira

Carreira do momento: diretor de diversidade é a bola da vez nas empresas; veja salário e o que faz

Google, Microsoft e Coca-cola adotaram a posição em seus organogramas; para especialistas, surgimento do diretor de diversidade é uma resposta para as crescente preocupações com o ESG

Líderes de diversidade e inclusão são responsáveis por  promover um ambiente de trabalho inclusivo, onde todas as vozes são ouvidas e valorizadas (Freepik)

Líderes de diversidade e inclusão são responsáveis por promover um ambiente de trabalho inclusivo, onde todas as vozes são ouvidas e valorizadas (Freepik)

Guilherme Santiago
Guilherme Santiago

Content Writer

Publicado em 24 de maio de 2024 às 11h08.

Última atualização em 24 de maio de 2024 às 11h09.

Uma nova máxima surge no mercado: empresas que não investirem em diversidade e inclusão vão ficar para trás. Não à toa, grandes empresas adotam programas robustos para aumentar a equidade em seus organogramas. É o caso do Google, Microsoft e Coca-Cola, que recentemente nomearam uma nova posição para liderar iniciativas desse tipo: o diretor de diversidade.

Segundo especialistas, a criação dessa posição nas empresas vai além do aspecto humano: é também impulsionada pelas crescentes preocupações com o ESG. Profissionais com capacidades relacionadas à sustentabilidade e práticas ambientais (também chamadas de habilidades verdes) podem encontrar novas oportunidades de atuação nas grandes corporações.

Mas o que faz esse profissional? Qual o salário? Como se tornar um? Veja as respostas para as principais sobre essa nova possibilidade de carreira.

Capacite-se em ESG: com vagas limitadas, treinamento virtual mostra com construir uma carreira em sustentabilidade. Garanta sua vaga aqui.

O que faz um diretor de diversidade?

Também chamado de Chief Diversity Officer (CDO), o diretor de diversidade é responsável por promover um ambiente de trabalho mais inclusivo. Seu papel é garantir que a diversidade seja considerada em todas as decisões da empresa.

Para isso, esse profissional precisa liderar iniciativas de recrutamento que busquem a seleção de talentos diversos, se atentar às leis e regulamentações para garantir que a empresa esteja em conformidade com elas e buscar, sempre que possível, o engajamento externo com ONGs e instituições educacionais.

Além disso, organizar programas de treinamentos é outra parte vital de sua rotina de trabalho. O diretor de diversidade desenvolve e conduz sessões sobre equidade e inclusão para capacitar funcionários e outros líderes sobre a importância (e os benefícios) de um ambiente de trabalho inclusivo.

Mas o trabalho de um líder de diversidade vai muito além disso. Abaixo, elencamos outras tarefas que podem ser desempenhadas por esse profissional.

  • Criar e implementar políticas que promovam a diversidade e a inclusão;
  • Coletar e analisar dados para identificar oportunidades de melhorias;
  • Desenvolver estratégias para atrair e reter talentos diversos;
  • Estabelecer parcerias externas para promover práticas inclusivas;
  • Avaliar as iniciativas e ajustar as estratégias conforme necessário.

Chega de caçar emprego: este treinamento gratuito vai mostrar como se qualificar em ESG  e sustentabilidade para se tornar alvo dos recrutadores.

Quanto ganha um diretor de diversidade?

Os salários para diretores de diversidade podem variar bastante de acordo com a indústria, localização, tamanho da empresa e experiência profissional. No entanto, com a crescente demanda por esses profissionais, as remunerações e os pacotes de benefícios têm se mostrado cada vez mais atraentes.

Segundo informações do site de empregos Glassdoor, em empresas de grande porte ou multinacionais, os salários para essa posição podem chegar até R$ 98 mil (posição de gerente). Em empresas pequenas, a remuneração fica entre R$ 5 mil e R$ 10 mil. Para as de médio porte, varia entre R$ 11 mil e R$ 17 mil.

Como se tornar um diretor de diversidade?

Tornar-se um diretor de diversidade exige uma combinação de educação formal, experiência prática comprovada e algumas habilidades específicas.

A boa notícia é que as empresas estão cada vez menos criteriosas quanto à área de formação – o que significa que profissionais de diferentes graduações podem atuar como diretor de diversidade. Além disso, há muitas possibilidades para ganhar experiência prática em diversidade e inclusão – seja com projetos pessoais, experiências na universidade ou trabalho voluntário.

Para ganhar habilidades específicas, pode ser um diferencial investir em certificações em ESG. Isso porque, de forma geral, cursos nessas áreas ensinam como aplicar estratégias socioambientais, gerenciar equipes e resolver conflitos de forma rápida – e isso é um passo à frente para colaboradores que desejam migrar para as diretorias de diversidade.

Aprenda com quem sabe na prática como funciona o mercado de ESG. Clique aqui e garanta sua vaga em treinamento virtual e gratuito.

É a sua chance de ingressar no mercado de ESG

Ciente da urgência de qualificar a força de trabalho para este cenário, a EXAME desenvolveu a masterclass Como se Qualificar para Trabalhar com ESG. Com o objetivo de preparar profissionais para liderar iniciativas em ESG, a aula acontece em 28 de maio, às 19h30, de forma online e gratuita.

A aula será apresentada por Renata Faber, diretora de ESG da EXAME. Com mais de 20 anos de experiência no mercado financeiro, a executiva trabalha ativamente em parceria com empresas para ajudá-las a avançar na agenda ESG.

Além disso, não é necessário conhecimento prévio ou habilidades específicas em sustentabilidade. O único pré-requisito é possuir graduação completa em qualquer área de atuação. Para acompanhar, inscreva-se clicando aqui.

Por que você não pode deixar essa oportunidade passar?

  • 100% online – acompanhe sem sair de casa;
  • Aprenda como aproveitar as oportunidades em ESG;
  • Capacite-se sem gastar nada – a aula é totalmente gratuita;
  • Série apresentada por Renata Faber, diretora de ESG na EXAME;
  • Não é preciso ser da área de sustentabilidade para se especializar em ESG.

QUERO PARTICIPAR DA AULA GRATUITA E VIRTUAL SOBRE ESG

Acompanhe tudo sobre:branded marketing

Mais de Carreira

Lições de Carreira com Tiago Abravanel: Como é possível ter sucesso em carreiras diferentes?

A 'leitura obrigatória' de Bill Gates no momento

Fora da curva: como esse profissional entrou no hype do mercado e conquistou salário de R$ 51 mil

Rage Applying: Conheça a tendência de desligamento que está crescendo com a Geração Z

Mais na Exame