Bússola
Um conteúdo Bússola

Túlio Mêne: 5 estratégias para incorporar inteligência artificial na sua agência de publicidade

O uso das novas tecnologias é inevitável, e as empresas que não prestarem atenção podem ficar para trás

“As agências que não repensarem os negócios, com o olhar projetado para a inovação, irão perder espaço” (jacoblund/Getty Images)

“As agências que não repensarem os negócios, com o olhar projetado para a inovação, irão perder espaço” (jacoblund/Getty Images)

Bússola
Bússola

Plataforma de conteúdo

Publicado em 10 de abril de 2024 às 10h00.

Tudo sobrePublicidade
Saiba mais

Por Túlio Mêne

Existe um universo de nostalgia em torno das agências de publicidade, onde a criatividade  flui, em um ambiente envolvente, coberta de pôsteres inspiradores, canetas coloridas, com reuniões com clientes, brainstorms acalorados, enquanto equipes lançam suas ideias mais ousadas. 

Contudo, em meio ao romantismo criativo, uma verdade se destaca: as agências devem se adaptar aos tempos modernos, abraçando a tecnologia, ou enfrentarão uma concorrência desleal no mercado em constante evolução.

Não é mais novidade que a tecnologia está revolucionando o mundo do marketing e da comunicação, e as startups estão na vanguarda dessa mudança, desenvolvendo rapidamente soluções inovadoras para velhas demandas. As agências que não repensarem os negócios, com o olhar projetado para a inovação, irão perder espaço, e na velocidade com que tudo está mudando, vai ser ainda mais difícil se manter neste dinâmico mercado.

É um jogo de equilíbrio entre manter o DNA criativo da agência e abraçar as novas tecnologias e tendências.

As ferramentas digitais oferecem um universo de possibilidades para alcançar o público-alvo de forma eficaz, automatizada, e, mesmo assim,  personalizada. Sem contar, que ainda não se conseguiu explorar tudo que a Inteligência Artificial ]oferece de possibilidades, estamos apenas começando a desbravar esses caminhos. 

Ano passado o lançamento da vez foi  o ChatGPT, com toda a sua usabilidade, e claro, sua  polêmica (usar ou não usar, como usar sem forma correta, personalizada e otimizada). Este ano, já começamos falando da Sora, que transforma texto em vídeo por IA. 

E com todas essas ferramentas, nos perguntamos, onde podemos nos encaixar? Com que parceiros podemos nos conectar para aumentar o portfólio de ferramentas para a inovação?

As Martechs (tecnologias de marketing), Adtechs (tecnologias de publicidade),  Mediatechs (tecnologias de mídia) e, a menos usual,  Madtechs (em inglês, marketing  and advertising Technology)  estão utilizando a Inteligência Artificial (IA) para acompanhar as novas tendências e garantir que a publicidade e o marketing estejam sempre no alvo. É um caminho para novas estratégias que são mais eficientes, personalizadas e conectadas com o público. 

Estratégias das startups para o uso da IA:

1 Personalização em tempo real 

Personalização das mensagens e ofertas para cada indivíduo em tempo real. Isso significa que os consumidores veem anúncios que são relevantes para seus interesses e necessidades, o que aumenta a probabilidade de conversão. 

2 Automação de tarefas repetitivas 

Automatização de tarefas repetitivas, como gerenciamento de mídias sociais],  agendamento de posts, criação de relatórios e análise de dados. Isso libera tempo para que os profissionais de marketing se concentrem em tarefas mais estratégicas e criativas.

3 Criação de conteúdo envolvente 

Criação vídeos personalizados para anúncios, conteúdos envolventes a partir da tecnologia, para ajudar as marcas a atrair a atenção e engajamento do seu público.

4 Análise de dados para insights acionáveis 

Possibilita analisar grandes volumes de dados sobre o público e o mercado, para que as marcas tomem decisões mais informadas sobre suas estratégias de marketing. Identificar os comportamentos e as preferências dos clientes, permitindo uma segmentação de suas campanhas de forma mais eficaz.

5 Publicidade direcionada e eficaz 

Segmentação com mais precisão, garantindo que sejam vistos pelas pessoas que mais têm probabilidade de se interessar por eles. Isso aumenta o ROI das campanhas de marketing e reduz o desperdício de recursos.

Inteligência Artificial, Big Data, Realidade Virtual e Aumentada, Metaverso, SEO, Marketing Digital… A lista de ferramentas tecnológicas que estão tomando conta  do mercado da comunicação e publicidade pode ser longa, mas com um objetivo na ponta para atração e retenção de clientes, a partir da compreensão do seu público-alvo profundamente. A HubSpot (2020) relata um aumento de 60% na utilização dessas ferramentas

Com o mercado altamente competitivo exigindo inovação e um olhar multidisciplinar, as agências não precisam mirar apenas a concorrência como forma de atração de clientes, podem diversificar seus produtos e explorar novos mercados. 

Os processos, a velocidade, o dinamismo, a redução de custo marcam uma nova forma das agências de publicidade atuarem. Então, o conselho de quem está escrevendo o artigo é:  busque atualizações, invista tempo e energia em inovação para não ficar atrás dessa revolução que está acontecendo muito rápido. Sem esquecer que no final do dia, porém, uma coisa permanece inalterada, o poder da criatividade para transformar ideias em realidade

*Túlio Mêne, CEO e co-fundador do M&P Group, um dos maiores grupos de comunicação do Brasil, é economista, publicitário e especialista em comunicação governamental.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Acompanhe tudo sobre:estrategias-de-marketingInteligência artificial

Mais de Bússola

Fátima Lima: Maio Amarelo e a urgência de conscientização sobre os perigos do celular ao volante

Por que a Minalba vai apostar na distribuição de bebidas esportivas?

SOS RS: Betano e Atlético Mineiro se unem e vendem 46 mil ingressos a R$ 10 para ajudar vítimas

Maria Rita: a igualdade de gênero cresce lentamente e isso incomoda 

Mais na Exame