Bússola
Um conteúdo Bússola

Trabalho dos sonhos: empresa abre vaga de emprego que paga R$ 500 por uma tarde de sono

Fabricante de colchões oferece benefícios que incluem participação na criação de conteúdos da marca

Para participar é preciso se inscrever até 7 de junho e compartilhar uma foto ou um vídeo dormindo nas redes sociais (SleepCalm/Divulgação)

Para participar é preciso se inscrever até 7 de junho e compartilhar uma foto ou um vídeo dormindo nas redes sociais (SleepCalm/Divulgação)

Bússola
Bússola

Plataforma de conteúdo

Publicado em 4 de junho de 2024 às 13h00.

O cochilo profissional ainda não é uma profissão válida, mas já tem empresa pagando para quem ama dormir. R$ 500, para ser mais exato. 

A argentina SleepCalm acaba de chegar ao Brasil e, para colocar à prova a qualidade dos seus colchões, ela está à procura de um novo colaborador: o “especialista em soneca”.

O que ele fará? Uma sessão de sono no dia 14 de junho das 13h às 19h no Ayra Pinheiros, em São Paulo.

E o que o dorminhoco precisa ter no currículo?

Para concorrer à vaga basta ser maior de 18 anos, ter experiência de pelo menos cinco anos em sonecas e não ter vergonha de babar na frente de outras pessoas.

  • É preciso se inscrever no link até 7 de junho e compartilhar uma foto ou um vídeo dormindo com a #SonecaSleepCalm e mencionar @sleepcalm.br no Instagram, no TikTok ou no X (ex-Twitter).

O salário parece bom, mas e os benefícios?

Entre os benefícios da vaga, destaca-se a possibilidade de participar da criação de conteúdos da SleepCalm, após uma breve resenha dos produtos e da sua experiência nas redes sociais.

Quem é a SleepCalm?

A empresa argentina foi fundada em 2019, é dedicada ao bem-estar e aposta na oferta de apenas três modelos de colchões tecnológicos.

Os modelos vêm embalados a vácuo e podem ser montados em até 15 minutos. A empresa oferece 100 noites de teste para conhecer os colchões. No Brasil e na Argentina, a SleepCalm já vendeu mais de 100 mil peças.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Acompanhe tudo sobre:Bem-estar

Mais de Bússola

Lâmpada influenciadora: conheça a aposta da Energisa para se aproximar do consumidor 

O que é private equity? 

O passo a passo do escritório de advocacia que conseguiu neutralizar emissões e atingir carbono zero

Lucy Nunes: o desafio de controlar uso de celulares entre crianças e adolescentes

Mais na Exame