Bússola
Um conteúdo Bússola

Sommelier de cerveja é o primeiro homem preto a se certificar em rigoroso programa internacional 

Charleston Agrícola é o 11º brasileiro a ganhar o título e fala como sua conquista é importante para aumentar a representatividade no setor

O "cicerone" Charleston Agrícola (Ambev/Divulgação)

O "cicerone" Charleston Agrícola (Ambev/Divulgação)

Bússola
Bússola

Plataforma de conteúdo

Publicado em 2 de fevereiro de 2024 às 07h00.

Normalmente a palavra “sommelier” está associada a vinhos. Mas tem crescido, cada vez mais, os apreciadores e entendedores de uma outra bebida, bem popular: a cerveja. 

E tem até certificações. Uma das mais conhecidas (e difíceis de alcançar) no ramo de cervejaria é a “Cicerone”. 

Pois o Brasil ganhou seu 11º representante com essa titulação: trata-se de Charleston Agrícola, o primeiro homem preto do país a conseguir esse feito. 

“Alcançar a Certificação Cicerone é uma conquista significativa não só para mim, mas para a companhia e toda indústria de cervejas. Foram semanas de muita dedicação e estudo, mas que me deixaram extremamente orgulhoso”, comemora Charleston.

Mas o que é um “cicerone”?

Antes de explicar isso, vamos à origem da palavra “sommelier”. Ela é de origem francesa, remete a uma antiga profissão da Idade Média. 

O sommelier era o oficial responsável por carregar a bagagem real e provar os vinhos que seriam servidos à Corte, identificando possíveis venenos e garantindo a segurança do rei.

“Cicerone”, por sua vez, é uma forma antiga de se referir a um guia de turismo. Um profissional que guia a viagem, fornecendo pontos de interesse, fatos históricos e artísticos.

O Cicerone Certification Program foi criado em 2009, nos Estados Unidos, por Ray Daniels, ex-colaborador do Brewers Association e vetereno com mais de 25 anos de indústria.

O objetivo de Ray Daniels é tornar o nome “cicerone” o título normativo para sommeliers de cerveja, reconhecendo a especialidade dos profissionais.

O programa de certificação possui quatro níveis:

  1. Certified Beer Server 
  2. Certified Cicerone
  3. Advanced Cicerone
  4. Master Cicerone (o mais difícil)

Promovendo diversidade no setor de bebidas

Charleston, que também é professor da Academia da Cerveja, conquistou o nível 2 – “Cicerone Certificado” em tradução livre – com o apoio da Ambev.

“Sou a primeira pessoa preta do Brasil a receber o título. Essa conquista é sinônimo de mais representatividade para o setor”, ele afirma.

  • Existem apenas outros 10 Cicerones Certificados no Brasil.

Para receber esse título, Charleston passou por provas teóricas, que abordaram temas importantes desde a produção até o armazenamento do produto, além de testes práticos de degustação, manutenção e serviço da chopeira

  • Todo esse processo foi realizado em St.Louis, cidade do estado do Missouri, nos Estados Unidos.

Para a Ambev, a conquista do profissional é mais um passo na sua estratégia para promover a diversidade. 

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Como a Inteligência Artificial está sendo usada na inclusão de pessoas com deficiência auditiva

Gestão Sustentável: apesar dos negacionistas, critérios ESG se consolidam

De desenhos a youtubers: como estratégias de marketing estão reinventando a volta às aulas

Acompanhe tudo sobre:AmbevCervejas

Mais de Bússola

Bússola Poder: Janones, Nikolas e a lei de Ulysses Guimarães

Como é o processo para a empresa dona do Burger King concluir compra da Starbucks?

ABNT publica normas para evitar riscos na tomada de decisões com auxílio de IA

Bússola Cultural: exposição de graffiti em homenagem à carreira dos Beatles

Mais na Exame