Um conteúdo Bússola

Perdeu seu cãozinho? App ajuda a encontrar pets por reconhecimento facial

Tecnologia de reconhecimento facial desenvolvida pela Pupz utiliza inteligência artificial para identificar cães e gatos por focinho e pontos da face
Inovação chega para auxiliar aqueles que perderam seus queridos pets (Bússola/Divulgação)
Inovação chega para auxiliar aqueles que perderam seus queridos pets (Bússola/Divulgação)
B
Bússola

Publicado em 01/07/2022 às 12:22.

Última atualização em 01/07/2022 às 12:31.

Perder o pet é um dos maiores temores de quem tem um filho de quatro patas, o que pode acontecer mesmo quando o tutor é cuidadoso. Os pais de gatos, por exemplo, ficam preocupados quando os felinos saem para dar uma voltinha, já que esses animais chegam a percorrer até 3 quilômetros fora de casa. Com os cachorros não é muito diferente: existem muitos fujões que não podem ver um portão aberto e escapam agilmente. Para ajudar os tutores nessa saga, a Pupz, empresa especializada em produtos pets, criou um aplicativo gratuito de reconhecimento facial.

“Levamos anos para desenvolver esse aplicativo, que por meio da inteligência artificial consegue ligar os pontos da face do animal para identificá-lo. Para isso, utilizamos três redes neurais convolucionais, uma classe aplicada com sucesso no processamento e análise de imagens digitais, e que é a base para o reconhecimento facial dos pets em nosso sistema”, declara Carlos Fabbro, especialista em tecnologia, idealizador da Pupz e tutor da Channel, uma golden retriever que foi a musa inspiradora para o desenvolvimento do aplicativo.

Para usufruir do sistema gratuito de reconhecimento facial basta baixar o app na loja de aplicativos para Android ou IOS. Após a instalação, basta seguir com o cadastro na plataforma do tutor e do pet, e utilizar a câmera do próprio celular para fazer o reconhecimento facial do animal, que ficará arquivado na plataforma.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Cães, pássaros, gatos e unicórnios: por que investir em uma PetTech?

Startup leva profissionalização para “categorias de base” dos jogos online

Alelo entra no mercado de pet com solução que dá voz aos cachorros