Bússola
Acompanhe:
Um conteúdo Bússola

Khan Academy firma parceria com Paraná e Ceará

Até agora, no Paraná, o projeto já alcançou 44 mil estudantes e 6 mil professores; no estado nordestino são mais de 13 mil alunos e 1,2 mil educadores

Plataforma estima atingir mais de 300 mil alunos (Getty/Getty Images)

Plataforma estima atingir mais de 300 mil alunos (Getty/Getty Images)

B
Bússola

23 de janeiro de 2023, 16h34

A plataforma de educação gratuita Khan Academy anuncia parcerias com as Secretarias de Educação dos estados do Paraná e do Ceará. O acordo traz curadoria exclusiva de conteúdos da Khan Academy, de acordo com as necessidades específicas de cada região.

No Paraná, a plataforma projeta ter o alcance de até 200 mil estudantes. Até o fim de outubro, o projeto já alcançou 44 mil alunos e 6 mil professores. No Ceará, tem potencial de atingir 100 mil estudantes. Até o fim de outubro, contou com a participação de 13 mil estudantes e 1,2 mil professores cadastrados. Os projetos englobam escolas da rede pública estadual, com cadastros tanto na capital quanto no interior.

“Estabelecer essas parcerias nos permite alcançar mais estudantes das escolas públicas tendo resultados de impacto na aprendizagem de uma forma ampla, sob a perspectiva do longo prazo.” diz Carina Rodrigues, responsável pela área de parcerias da Khan Academy no Brasil.

A Khan Academy Brasil reúne hoje mais de 6 milhões de usuários em sua plataforma. São mais de 408 mil professores fazendo uso da ferramenta e 5,6 milhões de alunos. Nacionalmente, a Khan atua por meio de parceria com a Fundação Lemann e está presente em mais de 1,4 mil escolas.

Paraná

Para o Paraná, a Khan está promovendo o alinhamento do conteúdo ao currículo da rede estadual. Um projeto piloto com a disciplina de matemática já está em implementação para os estudantes de 8° ano do ensino fundamental e 1º ano do ensino médio da rede.

“Para o projeto piloto, com foco no currículo escolar do quarto bimestre de 2022, foram desenvolvidas lições específicas para o 8º ano do ensino fundamental II e 1º do ensino médio, com curadoria de conteúdos já disponíveis na plataforma. Para o primeiro trimestre de 2023 o projeto se expande através da curadoria de cursos de matemática específicos para a rede do Paraná para alunos dos 8º e 9º ano do ensino fundamental II e da 1ª, 2ª e 3ª série do ensino médio“, afirma Rodrigues.

O departamento de matemática do Paraná esteve presente em todas as etapas do projeto, desde as orientações iniciais até a revisão dos conteúdos, sendo essencial no processo de construção. O uso irá acontecer semanalmente na rede, sendo muito importante que as aulas de matemática utilizando a Khan Academy estando alinhadas aos conteúdos abordados pelos professores em sala.

Ceará

Com a rede do Ceará, a parceria permite a utilização da plataforma em toda a rede, para os componentes curriculares de matemática, ciências e língua portuguesa, dentro  de um programa com foco na recomposição de aprendizagens, promovido pela rede estadual de educação. Em paralelo, haverá um acompanhamento mais próximo do projeto junto às EEEPs, as Escolas de Ensino Profissionalizante, que funcionam em tempo integral.

“Todas as escolas da rede também podem utilizar a plataforma Khan Academy com seus estudantes, mas as EEEPs possuem acompanhamento mais próximo, através de grupos de WhatsApp e plantões de dúvidas”, declara a porta-voz.

Em termos de adaptação para a localidade, a necessidade do Ceará era recompor as aprendizagens de algumas habilidades do ensino fundamental que ficaram abaixo do desejado, de estudantes do ensino médio, com foco inicial em ciências e português.

Para remediar essa demanda, foi desenvolvido o curso “Prepare-se” para o Ensino Médio, para Ciências e Português, criado com uma seleção de conteúdos do 5º ao 9º ano. Os critérios para a curadoria foram as habilidades consideradas tanto na matriz de saberes do Ceará (priorizada) como nos Mapas de foco da BNCC do Instituto Reúna. O processo todo também passou por uma avaliação institucional interna da rede.

“Em relação a ciências da natureza, a necessidade do Ceará era a de recompor no ensino médio as aprendizagens de algumas habilidades do ensino fundamental que ficaram abaixo do desejado. A produção do Prepare-se para o Ensino Médio envolveu a análise e cruzamento das matrizes curriculares de ciências, física, química e biologia do Ceará com o Mapa de Foco das habilidades do ensino fundamental do Instituto Reúna e também com o resultado de uma avaliação institucional interna da rede. O Prepare-se para o Ensino Médio de Ciências foi criado tendo como base as habilidades foco”, diz Carolina Pereira, especialista da Khan na disciplina língua portuguesa.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Férias são, mais que descanso, uma pausa para recuperar saúde mental

Fundação Raízen apoia educação em 90 municípios com R$ 16,2 mi

O que a iniciativa privada pode fazer para resolver a evasão escolar?