Bússola
Um conteúdo Bússola

Indicação de Alckmin para vice de Lula movimenta redes de senador de Goiás

Com sugestão de mudança em lei das estatais, Arthur Lira ingressa no ranking FSBinfluênciaCongresso

Ranking produzido pelo Instituto FSB Pesquisa mede a popularidade dos parlamentares nas redes sociais (Alexandre Schneider/Getty Images)

Ranking produzido pelo Instituto FSB Pesquisa mede a popularidade dos parlamentares nas redes sociais (Alexandre Schneider/Getty Images)

B

Bússola

Publicado em 15 de abril de 2022 às 16h30.

O senador Jorge Kajuru (Podemos-GO) resolveu abrir espaço nas suas redes sociais para manifestações dos pré-candidatos à Presidência da República. No período de 5 a 11 de abril, quem mais agradou seus seguidores foi o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que anunciou o ex-governador Geraldo Alckmin como seu vice preferido. Vídeo de ambos, postado pelo parlamentar, obteve cinco mil comentários no Facebook e o ajudou a subir no ranking FSBinfluênciaCongresso. Ele ganhou nove posições e assegurou o posto de 10º do levantamento.

O ranking, produzido pelo Instituto FSB Pesquisa, mede a popularidade dos parlamentares nas redes sociais.

As redes de Alessandro Vieira (PSDB-SE) também se agitaram na semana com debate sobre sua proposta relacionada a porte e posse de armas. Post no Twitter em que esclarece sua posição sobre o assunto obteve mais de 3,5 mil curtidas e de 540 comentários. Com isso, ele avançou seis colocações e ingressou no ranking em 15º.

No topo da lista, a principal movimentação foi a subida de três posições de Randolfe Rodrigues (Rede-AP), que, nos últimos dias, defendeu a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar denúncias de desvios com verbas da educação. Ele chegou a 3º e agora divide o pódio com Flávio Bolsonaro (PL-RJ), em 1º, e Humberto Costa (PT-PE), em 2º. O Podemos, por sua vez, com cinco nomes, é o partido que possui mais representantes entre os mais influentes no ambiente online.

Câmara

Diante da mudança de comando da Petrobras, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), propôs alterar as regras para indicação de dirigentes das empresas estatais. A sugestão foi recebida com manifestações de apoio e de críticas, o que o fez ir ao Twitter explicar a sua posição. Os dois posts sobre o assunto conquistaram mais de 11,3 mil comentários e foram responsáveis por seu ingresso no ranking FSBinfluênciaCongresso após avanço de 22 posições.

Presença constante no ranking, Marcel Van Hattem (Novo-RS) foi outro que teve atuação positiva: subiu 13 colocações e assegurou o 16º lugar. Um dos seus temas preferidos entre 05 a 11 de abril foi a tentativa de Lira de aprovar a urgência para o projeto de combate às fake news. Hattem divulgou nas redes a decisão da bancada do Novo de votar em uníssono contra acelerar a análise da proposta e angariou mais de 4,6 mil curtidas em apenas um dos posts sobre o assunto.

No alto da lista, Carla Zambelli (PL-SP) manteve a liderança do grupo sem ser ameaçada. Eduardo Bolsonaro (PL-SP) e Bia Kicis (PL-DF), por sua vez, trocaram de lugares. Ele subiu uma posição e tornou-se dono do posto de 2º, deslocando para 3º a deputada do Distrito Federal. Após tornar-se o partido mais numeroso da Câmara, o PL também conquistou a medalha de legenda com mais representantes no levantamento, com um total de dez filiados.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | LinkedinTwitter | Facebook | Youtube

Veja também 

Nova ameaça de decreto do governo aumenta insegurança jurídica no Amazonas 

O que explica o crescimento de Bolsonaro nas pesquisas eleitorais 

Live — Quais desdobramentos da nova fase da corrida eleitoral em abril

Acompanhe tudo sobre:Câmara dos DeputadosGeraldo AlckminLuiz Inácio Lula da SilvaRedes sociaisSenado

Mais de Bússola

Bia Félix: por que a Geração Z é a geração das contradições

Ele projeta faturar R$ 1 milhão vendendo anúncios em saquinhos de pão

Que tal morar em um home resort? Como funciona novo empreendimento de meio bilhão de reais no RJ

Cavaleiros olímpicos e campeões brasileiros são atrações do Concurso de Saltos Santo Antônio, no RJ

Mais na Exame