Acompanhe:

Cinco dicas para vender mais nas redes sociais

Fábio Freitas, da empresa de inbound marketing Bornlogic, e Rubens Sant’anna, professor especialista em Trade Markeking, listam cinco estratégias para turbinar as vendas nas redes sociais

Modo escuro

Continua após a publicidade
 (Chesnot / Colaborador/Getty Images)

(Chesnot / Colaborador/Getty Images)

L
Luciana Lima

Publicado em 17 de abril de 2022 às, 11h00.

O Brasil é o terceiro país que mais passa tempo nas redes sociais no mundo. De todo o tempo online, mais de dois terços são usados nessas plataformas. Fora isso,  os brasileiros também estão entre o público que mais compra pela internet. No país, 43% dos consumidores utilizam mídias sociais para fazer compras, enquanto a média mundial é de 30%. Porém, mais do que canais de atração, as redes sociais melhoram a retenção e a fidelização de clientes. 

Últimos dias – Garanta o seu lugar entre as melhores do Brasil, entre no Ranking Negócios em Expansão 2022

Só que em meio a tanto conteúdo circulando nas redes, com os empreendedores à mercê dos algoritmos e muitos deles sem verba para investir em anúncios, como se destacar? Segundo Fábio Freitas, head de Indústria da Bornlogic, empresa de inbound marketing, o segredo é investir na criação de um relacionamento entre marca e consumidor. 

Atualmente não somos apenas consumidores, atuamos como influenciadores e podemos acrescentar valor e propósito às estratégias de uma marca”, diz. O especialista salienta que isso é ainda mais importante do que utilizar a última ferramenta da moda. 

“Embora existam diversas ferramentas digitais que nasceram com o intuito de melhorar os relacionamentos com a marca, muitas dessas alternativas, se não usadas de forma correta, podem causar mais danos que benefícios”, completa. 

Pensando nisso, Freitas e Rubens Sant’anna, professor especialista em Trade Market, compartilharam quais são os cinco pontos fundamentais para vender pelas redes sociais.

1. Aposte no calor humano

Pessoas gostam de comprar de pessoas. As vendas nas redes sociais quase sempre acontecem por um link que direciona ao e-commerce da marca. Embora a loja virtual seja importante, o contato pessoal pode fazer total diferença na comunicação. O canal direto com o vendedor pode se traduzir em mais vendas, já que, com atendimento personalizado, há menos chances de o cliente deixar os produtos no carrinho e nunca finalizar a compra. A personalização se transforma no grande diferencial.

2. Acredite na criatividade do seu time

As pessoas estão se conectando cada vez mais ao lado autêntico dos criadores de conteúdo. Além de o vendedor provocar uma identificação imediata com seu público, por falar a mesma linguagem e viver a mesma realidade, ninguém entende mais do produto do que ele. Assim, ele saberá a forma mais criativa de vender as melhores características do seu produto ou serviço. Vídeos funcionam bem nesse aspecto, porque permitem explorar a criatividade e chamam mais a atenção.

3. Jornada de múltiplos canais

Atualmente, não é mais possível mapear onde a descoberta de um produto aconteceu. A pessoa pode, por exemplo, comprar presencialmente algo que ela conheceu no ambiente digital, ou vice-versa. A jornada de compra, então, não segue a mesma linearidade de antes. Por isso, as empresas precisam estar preparadas para atender seu consumidor, com a mesma comunicação, em todos os ambientes – sejam eles digitais ou presenciais. A conexão com a marca não acontece só por uma via, e aproveitar todas as oportunidades é fundamental para a venda e a fidelização do cliente.

4. Fale a linguagem de sua região

Campanhas massivas podem funcionar, mas o cliente será muito mais impactado pela marca que fala a mesma linguagem. Anúncios geolocalizados ajudam nessa busca, porque permitem um contato mais próximo. Fale “macaxeira” com quem fala macaxeira, e “mandioca” com quem fala mandioca, e sua mensagem chegará de forma muito mais clara.

5. Não tenha medo de fazer diferente

O custo para usar as redes sociais é relativamente baixo. Investir em anúncios, mesmo que pareça ser básico, traz retornos significativos. Com o tempo, é possível entender o que melhor funciona para seu público, e definir estratégias mais ambiciosas de alcance e retorno. O importante é oferecer esse contexto e a proximidade com o consumidor. Naturalmente, as vendas começam a aumentar. 

Últimas Notícias

Ver mais
10 franquias baratas a partir de R$ 997 para empreender e trabalhar de casa
seloNegócios

10 franquias baratas a partir de R$ 997 para empreender e trabalhar de casa

Há 22 horas

CEO do OnlyFans diz estar cansada de pessoas chamando site de 'pornô'
seloNegócios

CEO do OnlyFans diz estar cansada de pessoas chamando site de 'pornô'

Há 3 dias

Ele investiu R$ 50 mil do próprio bolso há 3 anos e já faturou R$ 2,4 mi com consultoria de branding
Um conteúdo Bússola

Ele investiu R$ 50 mil do próprio bolso há 3 anos e já faturou R$ 2,4 mi com consultoria de branding

Há 3 dias

Hambúrguer de milhões: holding que fatura R$ 200 mi compra nova marca de olho em multifranqueados
seloNegócios

Hambúrguer de milhões: holding que fatura R$ 200 mi compra nova marca de olho em multifranqueados

Há 5 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais