5 perguntas obrigatórias para pesquisar o eNPS da sua empresa

Veja o que você precisa perguntar para seus funcionários para entender como anda o clima organizacional
A satisfação dos colaboradores é uma das principais preocupações do setor de RH e dos gestores (UberImages/Thinkstock)
A satisfação dos colaboradores é uma das principais preocupações do setor de RH e dos gestores (UberImages/Thinkstock)
Por BussólaPublicado em 21/05/2022 20:16 | Última atualização em 21/05/2022 20:16Tempo de Leitura: 3 min de leitura

Por Bússola

A satisfação dos colaboradores é uma das principais preocupações do setor de RH e dos gestores. Por isso, é dever da organização elaborar estratégias eficazes para compreender ainda mais os colaboradores.

Uma das maneiras de realizar a pesquisa de satisfação interna (eNPS), é por meio de perguntas para entender quais processos devem ser reavaliados para tornar o clima organizacional mais leve e motivacional. A pedido da

Bússola, a Feedz, plataforma de engajamento e desempenho de colaboradores, elaborou 5 perguntas que todo gestor deve fazer para seus funcionários.

Segundo a Gallup, cerca de 87% dos colaboradores no mundo não estão engajados no trabalho. Para Bruno Soares, CEO e cofundador da Feedz, além dos processos internos e da rotina refletirem no trabalho dos colaboradores, os líderes têm grande influência no bem-estar e engajamento

“É de extrema importância realizar pesquisas internas, as respostas para essas perguntas permite que as organizações avaliem o impacto dos líderes sobre os liderados e proponha melhorias necessárias para construir um ambiente de trabalho saudável e feliz”, afirma o CEO.

As principais perguntas que devem estar na sua pesquisa de satisfação, são:

1.Como você seria mais feliz aqui?

Quanto mais feliz, mais produtivo e engajado será o funcionário, e assim, maior a chance da evolução profissional. Uma pesquisa do Center for Positive Organizational Scholarship, afirma que os colaboradores felizes são em média 31% mais produtivos e três vezes mais criativo que os que estão infelizes.

2.O que podemos fazer para ser uma empresa melhor?

As pesquisas relacionadas ao engajamento têm impacto direto nos negócios e, com os resultados, você pode perceber os pontos fracos da sua empresa, onde ela se destaca, além de como engajar e motivar seus colaboradores.

3. Quando você leva em consideração o seu esforço, competências e experiência, você acredita que é remunerado de forma justa?

A empresa paga aos funcionários o salário que eles valem, portanto, dar um bônus financeiro, por mais que seja algo clichê, mostra que você reconhece e valoriza os esforços e realizações que vão além do que foi pedido.

4. Você acha que a empresa sempre fala a verdade?

A transparência está entre os valores de muitas empresas. É essencial para uma comunicação eficaz, além do fato que sabendo de todas as informações as metas e objetivos da organização podem ser melhor trabalhadas.

5. Seu líder dá feedback construtivo sobre o seu desempenho regularmente?

Uma pesquisa realizada pela Feedz para medir a taxa de engajamento dos colaboradores, comprovou que 94% dos colaboradores compreendem melhor o trabalho a ser realizado, em empresas que realizam reuniões 1:1.

As perguntas podem ser sobre assuntos relacionados ao trabalho, desde liderança a forma como o colaborador se sente. É importante frisar que respostas anônimas são importantes para que o colaborador se sinta confortável em expressar suas dores. “Para criar uma empresa realmente poderosa e engajada, é preciso fazer o básico: ouvir as pessoas, perguntar mais, pedir opinião, trocar feedbacks. Independente de hierarquia ou nível de conhecimento, função ou tempo de casa”, afirma Bruno Soares, CEO da Feedz.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja Também

Como funciona a gestão por competência
Um conteúdo Bússola
Há um dia • 6 min de leitura

Como funciona a gestão por competência

ESG: Discussão global, ação local
Um conteúdo Bússola
Há um dia • 4 min de leitura

ESG: Discussão global, ação local

Patrimônio em imóveis: concreto, porém instável
Invest Opina
Há um dia • 5 min de leitura

Patrimônio em imóveis: concreto, porém instável