Acompanhe:

Qual importância para um escritório de advocacia ser aceito no Sistema B?

Aitan Portela: Para nós, é uma grande satisfação integrar a comunidade de empresas do Sistema B e receber essa importante certificação mundial. Passamos a ser o primeiro escritório de advocacia do Brasil do nosso porte a conseguir este mérito, o que não apenas chancela a nossa trajetória nos últimos anos e comprova que estamos no caminho certo, mas também confirma nosso compromisso em implementar melhorias contínuas e gerar impactos positivos para a sociedade e o meio ambiente. 

Tornar-se uma empresa B exigiu a comprovação da adoção, por nosso escritório, de uma série de políticas e práticas em cinco áreas: Governança, Trabalhadores, Clientes, Comunidade e Meio Ambiente, as quais foram avaliadas pelo B Lab por meio de um processo de auditoria que durou mais de um ano. 

O fato de termos em nosso DNA uma constante preocupação com um mundo mais inclusivo e sustentável fez diferença para conseguirmos esta certificação, o que consolida cada vez mais nossa jornada ESG.

Quais as principais ações do /asbz na letra "S" do ESG?

Aitan Portela: Temos um modelo de negócio feito por e para pessoas e, por isso, a nossa preocupação com o “social”, tanto sob a ótica da organização, como da sociedade, é fundamental para proporcionar um ambiente de trabalho acolhedor e socialmente transformador.

Um grande passo que demos em 2017 foi a criação do programa de licença maternidade e paternidade de seis meses para todo o nosso time, inclusive para casais homoafetivos ou em casos de adoção. O profissional que eventualmente precisa ou deseja se ausentar, recebe 100% da sua remuneração e não é prejudicado no atingimento de suas metas individuais, que são calculadas proporcionalmente ao tempo em que trabalhou durante o ano. Além disso, um ponto bastante interessante desta política é o fato de que a pessoa pode combinar com a liderança o período em que irá se ausentar, o que não necessariamente precisa coincidir com a chegada do filho. Com isso, as crianças e bebês conseguem ficar mais tempo totalmente assistidos, aumentando o bem-estar das novas famílias. 

Também temos no escritório um projeto bem disruptivo que é o Cashback Social, que destina 0,5% do valor líquido das faturas dos nossos clientes, pagas no dia do vencimento, para três ONGs, Instituto Devolver, Nosso Olhar e Next Generation of Lawyer. Essas instituições se dedicam a causas ligadas ao apoio a crianças e adolescentes e à capacitação de jovens estudantes de direito, que representam o foco de investimento social do nosso escritório. Esse projeto tem sido um sucesso. Com menos de um ano de duração, já conseguimos destinar mais de R$ 200 mil a estas ONGs e queremos que este projeto cresça ainda mais para que mais pessoas e instituições possam ser beneficiadas.

Há metas socioambientais para os próximos anos? Quais?

Aitan Portela: Nós já estamos trabalhando para termos metas concretas, principalmente na categoria "S", juntamente com consultorias independentes e especializadas no assunto, que estão nos assessorando na definição dos próximos passos e desenvolvimento de um plano de ação, a partir de uma realidade que se encaixe no nosso atual modelo de negócio. 

Atualmente temos, já em fase de implementação, algumas ações focadas no "S", tais como a criação de vagas afirmativas com o objetivo de proporcionarmos um ambiente interno mais diverso e inclusivo, um programa focado no desenvolvimento de lideranças femininas, além de um programa de bem-estar e saúde física e mental dos nossos colaboradores. Vale pontuar também que estamos finalizando o desenvolvimento de um treinamento de sensibilização e letramento racial.

No que tange à questão ambiental, finalizamos o mapeamento de nossas emissões de gases de efeito estufa e iremos, agora, desenvolver o nosso plano de descarbonização com metas de curto, médio e longo prazo para a neutralização de nossas emissões.

Entendemos que a definição de metas socioambientais não só confirma o compromisso do nosso escritório em contribuir para um mundo mais inclusivo e sustentável, mas também possibilita a medição dos impactos gerados pelo escritório, de forma que consigamos garantir a efetividade dessas ações.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Mercado regulado de carbono pode alavancar agricultura regenerativa

Qual a relação entre o seu cachorro e ESG e o que você tem a ver com isso

ESG: Conheça a startup que leva diversidade global à tecnologia brasileira

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Transformação digital: o que falta para os setores público e privado realmente se modernizarem?
Bússola

Transformação digital: o que falta para os setores público e privado realmente se modernizarem?

Há 5 horas

5 tendências preocupantes em fraudes bancárias em 2024
Bússola

5 tendências preocupantes em fraudes bancárias em 2024

Há 8 horas

 Bússola Poder: um problema de fé na política 
Bússola

 Bússola Poder: um problema de fé na política 

Há 3 dias

Como startup que automatiza rotina fiscal de empresas projeta faturar mais de R$ 28 milhões em 2024
Bússola

Como startup que automatiza rotina fiscal de empresas projeta faturar mais de R$ 28 milhões em 2024

Há 3 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais