Um a cada três brasileiros apoia intervenção militar no país

Levantamento do instituto Paraná Pesquisas mostra que, entre os que defendem volta da Ditadura, maioria tem mais de 45 anos

São Paulo — Cerca de 35% dos brasileiros apoiam uma intervenção militar provisória no país, revela um levantamento do instituto Paraná Pesquisas divulgado neste mês. O conteúdo da pesquisa foi divulgado nesta terça-feira (20) pelo Radar On-Line de Veja.com.

O levantamento foi feito com 2.016 pessoas em 24 estados e no Distrito Federal, entre os dias 6 e 8 de dezembro.

Segundo o instituto, a pesquisa tem um grau de confiança de 95% e uma margem de erro de cerca de 2%. De acordo com o resumo do estudo, os entrevistados tiveram que responder à pergunta “O Sr(a) seria a favor ou contra a uma intervenção militar provisória no país nesse momento?”.

A maior parte (59,2%) dos entrevistados se disse contrária a uma intervenção dos militares no Brasil, enquanto 5,7% não souberam ou não quiseram responder.

O maior porcentual de pessoas que defenderam a volta de uma intervenção está nos grupos com entrevistados de 45 a 59 anos (39,6%) e de 60 anos ou mais (39,3%), que vivenciaram a Ditadura Militar do Brasil e viram as violações de direitos humanos vividas durante o regime.

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

ATENÇÃO: Mudança na sua assinatura da revista EXAME. A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos apenas uma edição por mês. Saiba mais