Brasil

TRE cassa mandato da prefeita Rosinha Garotinho

Tribunal decidiu cassar o mandato de Rosinha Garotinho e seu vice, Dr. Chicão, que também ficarão inelegíveis por oito anos

Rosinha Garotinho: TRE avaliou que prefeita usou portal do município para fazer propaganda eleitoral na campanha de reeleição (Facebook/Anthony Garotinho/Reprodução)

Rosinha Garotinho: TRE avaliou que prefeita usou portal do município para fazer propaganda eleitoral na campanha de reeleição (Facebook/Anthony Garotinho/Reprodução)

AB

Agência Brasil

Publicado em 25 de outubro de 2016 às 09h24.

Última atualização em 12 de maio de 2017 às 16h43.

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE/RJ) decidiu ontem (24) cassar o mandato da prefeita de Campos dos Goytacazes, Rosinha Garotinho, e seu vice, Dr. Chicão.

Rosinha já foi governadora do estado do Rio de Janeiro, de 2003 a 2006, e está em seu segundo mandato como prefeita do município do norte fluminense.

Rosinha e seu vice também ficaram inelegíveis por oito anos por abuso de poder político e uso indevido dos meios de comunicação.

Para o relator do processo, desembargador eleitoral Marco Couto, o portal oficial da prefeitura de Campos na internet foi usado para promover os dois políticos, com o propósito de favorecer a reeleição em 2012.

De acordo com o desembargador, programas e ações da administração municipal foram apresentados como realizações pessoais da prefeita.

Acompanhe tudo sobre:EleiçõesPrefeitosRosinha Garotinho

Mais de Brasil

PL do Aborto gera manifestações em ao menos oito cidades

Rio quer atrair investimentos da Arábia Saudita e criar hub para Data Centers - inclusive submarinos

Microexplosão atinge município gaúcho de São Luiz Gonzaga

Combate ao fogo no Parque de Itatiaia continua, sem previsão de fim

Mais na Exame