Suprimento de energia no Brasil em 2018 está garantido, diz ministério

Após reunião com o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico, Minas e Energia disse que há risco mínimo de desabastecimento no Sistema Interligado Nacional

São Paulo - O Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) disse que o suprimento de energia do Sistema Interligado Nacional (SIN) em 2018 está garantido, com riscos mínimos de desabastecimento, informou o Ministério de Minas e Energia nesta quarta-feira.

"O risco de qualquer déficit de energia em 2018 é igual a 0,2 para o subsistema Sudoeste/Centro-Oeste e 0,0 para o subsistema Nordeste", disse o ministério em nota, após reunião do CMSE.

No mês de maio, apesar de as chuvas terem ficado abaixo da média histórica no sistema hidrelétrico, principal fonte de energia no Brasil, a energia armazenada foi de 42,5 por cento no subsistema Sudeste/Centro-Oeste, 50,8 por cento no Sul, 39,7 por cento no Nordeste e 70,8 por cento no Norte, disse a pasta.

Na reunião do CMSE, também foram colocadas as medidas para reforço da segurança operacional do SIN durante a Copa do Mundo, que começa semana que vem, com o sistema operando em caráter especial duas horas antes e depois dos jogos do Brasil e em outros eventos considerados importantes, como a abertura do Mundial.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também