Brasil

Sites do governo do RS estão fora do ar ou inoperantes

Sistema foi desligado para evitar colapso da rede

Chuvas no RS: sites oficiais ficam fora do ar (AFP)

Chuvas no RS: sites oficiais ficam fora do ar (AFP)

Agência Brasil
Agência Brasil

Agência de notícias

Publicado em 7 de maio de 2024 às 13h56.

Última atualização em 7 de maio de 2024 às 16h58.

Tudo sobreEnchentes no RS
Saiba mais
Sites e serviços online oferecidos pelo governo do Rio Grande do Sul (RS) estão fora do ar ou funcionando precariamente, sem atualizações, após a sede do Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (Procergs) ter sido inundada, em Porto Alegre.

No portal do governo estadual, a última notícia foi publicada na segunda-feira, 6, às 20h43, antes de o sistema de processamento de dados estaduais ter sido desligado para evitar um colapso da rede. Já no site da Defesa Civil estadual, a última postagem foi um alerta, publicado no dia 5 de maio às 20h32.

No início da tarde desta terça-feira, 7, a Secretaria de Educação chegou a publicar uma notícia, pouco após o meio-dia, informando sobre a ativação de canais para o recebimento de doações via Pix, a fim de auxiliar as vítimas das enchentes. A publicação anterior foi no dia 4 de maio, às 11h40.

O portal de serviços do estado e os sites de secretarias, como as de Fazenda; de Logística e Transportes; e de Saúde, estão fora do ar.

O desligamento do sistema já havia sido anunciado pelo próprio centro de tecnologia. “Informamos a todos que, apesar de todos os esforços empreendidos ao longo dos últimos dias, e de todas as diversas ações tomadas no sentido de preservar o Data Center da Procergs e do Estado, nas últimas horas a enchente em Porto Alegre tomou proporções inéditas e a água entrou no prédio da companhia em um volume que a empresa não consegue contornar”, diz a nota.

Segundo o Procergs, o desligamento foi a alternativa encontrada para preservar a infraestrutura instalada e retomar as atividades no "menor intervalo de tempo possível". A retirada da maioria dos serviços é temporária e ainda não há previsão de retomada dos serviços, informou.

Acompanhe tudo sobre:ChuvasRio Grande do SulEnchentes no RS

Mais de Brasil

Rodoviária de Porto Alegre reabre depois de um mês sem funcionar

Comissão da Câmara aprova PL que inclui plano de saúde pet como benefício da CLT

Paulo Gonet sugere pagar adicional para procuradores de cidades com menos de 30 mil habitantes

Enem 2024: prazo de inscrição termina nesta sexta-feira

Mais na Exame