Acompanhe:

Reunião de cúpula do Brics que vai debater criação de banco

Sessão privada de trabalho entre os dirigentes dos países que compõem o bloco deve durar duas horas

Modo escuro

Continua após a publicidade
Começa reunião de cúpula do Brics em Fortaleza que vai debater criação de banco (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Começa reunião de cúpula do Brics em Fortaleza que vai debater criação de banco (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

D
Daniel Lima e Sabrina Craide

Publicado em 15 de julho de 2014 às, 12h45.

Fortaleza - Os Chefes de Estado dos países que compõem o Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) já chegaram ao Centro de Eventos de Fortaleza, para a 6ª reunião de cúpula do bloco. Neste momento, eles estão em uma sessão privada de trabalho, que deve durar duas horas.

Após almoço de trabalho, os líderes irão participar de uma cerimônia de assinatura de atos resultantes da reunião. A expectativa é para o anúncio da criação do Banco de Desenvolvimento do Brics, que irá financiar projetos de infraestrutura e de desenvolvimento sustentável. Também deve ser criado o um fundo de reservas, com capital inicial de US$ 100 bilhões, para os países do bloco com dificuldades financeiras.

O banco terá capital inicial de US$ 50 bilhões, sendo US$ 10 bilhões em recursos e US$ 40 bilhões em garantias. Depois da assinatura do acordo para sua criação, o banco terá que ser aprovado pelos parlamentos dos cinco países. Serão definidas na reunião de hoje questões como a presidência do banco, que será rotativa, e a sede, serão definidas na cúpula. O Brasil foi o único membro que não se candidatou a sediar o banco. As opções são Xangai (China), Joanesburgo (África do Sul), Moscou (Rússia) e Nova Delhi (Índia).

Além da presidente Dilma Rousseff, estão em Fortaleza os presidentes Vladimir Putin, da Rússia, Xi Jinping, da China, Jacob Zuma, da África do Sul e o primeiro-ministro da Índia, Narenda Modi.

Segundo o Itamaraty, mais de 4 mil pessoas foram credenciadas para o evento, incluindo delegações dos cinco países e 800 profissionais de imprensa. A reunião do Brics continua amanhã (16), em Brasília, quando os representantes dos cinco países devem se reunir com presidentes da América do Sul.

Últimas Notícias

Ver mais
Vencedor de Nobel da Paz é condenado à prisão na Rússia por críticas à guerra na Ucrânia
Mundo

Vencedor de Nobel da Paz é condenado à prisão na Rússia por críticas à guerra na Ucrânia

Há 9 horas

Bolsas da Europa fecham mistas com Frankfurt em destaque; Casino sobe com aval à reestruturação
seloMercados

Bolsas da Europa fecham mistas com Frankfurt em destaque; Casino sobe com aval à reestruturação

Há 15 horas

Agricultores espanhóis bloqueiam estradas perto da fronteira com a França
EXAME Agro

Agricultores espanhóis bloqueiam estradas perto da fronteira com a França

Há 15 horas

Área queimada no Brasil cresce 248% em relação a janeiro de 2023
Brasil

Área queimada no Brasil cresce 248% em relação a janeiro de 2023

Há 17 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais