Acompanhe:

Governo SP: Tarcísio e Haddad vão disputar segundo turno das eleições 2022

Maior colégio eleitoral do país, o estado de São Paulo teve dez nomes disputando o cargo de de governador nas eleições de 2022

Modo escuro

Continua após a publicidade
Haddad e Freitas: candidatos vão ao 2º turno em São Paulo (Renato Pizzutto/Band/Divulgação)

Haddad e Freitas: candidatos vão ao 2º turno em São Paulo (Renato Pizzutto/Band/Divulgação)

D
Da Redação

Publicado em 2 de outubro de 2022 às, 20h44.

Última atualização em 2 de outubro de 2022 às, 22h29.

Tarcísio de Freitas (Republicanos) e Fernando Haddad (PT) vão disputar o segundo turno das eleições 2022 para o governo de São Paulo, de acordo com dados de apuração do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Com 99,9% das urnas apuradas, Freitas obteve 42,32% dos votos válidos e Haddad teve 35,69%. O atual governador, Rodrigo Garcia (PSDB), teve 18,40% dos votos.

Clique aqui para ver o resultado das eleições 2022 no Brasil e em todos os estados

É a segunda vez seguida que a eleição para o governo de SP vai ser definida em segundo turno. Foram mais de 27 milhões de votos no estado, com 3,54% dos votos nulos e 2,10% dos votos brancos.

VEJA TAMBÉM: Lula e Bolsonaro vão disputar o segundo turno das eleições 2022; veja os destaques

Em 2018, a decisão foi entre João Doria (PSDB) e Márcio França (PSB), sendo o tucano vencedor do confronto. Antes disso, a eleição para o governo de São Paulo foi para o segundo turno em 2002, entre José Serra (PSDB) e Aloizio Mercadante (PT).

Na disputa pelo Senado no estado, o ex-ministro Marcos Pontes (PL) foi eleito com 49,68% dos votos.

Na eleição de São Paulo, o presidente Jair Bolsonaro (PL) também terminou à frente do ex-presidente Lula (PT), em resultado visto como um dos mais importantes no primeiro turno para a campanha do presidente. Bolsonaro é aliado de Pontes e Freitas no estado.

VEJA O RESULTADO COMPLETO DA VOTAÇÃO PARA GOVERNO DE SP

Maior colégio eleitoral do país, o pleito no estado de São Paulo em 2022 teve dez nomes disputando o cargo de governador:

  • Altino (PSTU)
  • Antonio Jorge (DC)
  • Carol Vigliar (UP)
  • Edson Dorta (PCO)
  • Elvis Cezar (PDT)
  • Fernando Haddad (PT)
  • Gabriel Colombo (PCB)
  • Rodrigo Garcia (PSDB)
  • Tarcísio de Freitas (Republicanos)
  • Vinicius Poit (Novo)

Quando é o segundo turno?

Para o cargo de governador, quando nenhum dos candidatos atinge 50% mais um dos votos válidos, a eleição vai para o segundo turno. Em 2022, a segunda etapa de votação é no dia 30 de outubro. Diferentemente de outros anos, para esta eleição, o fuso horário para a votação é um só em todo o país, o de Brasília, das 8h às 17h.

Não foi votar? Como justificar ausência do voto

Quem não pode justificar a ausência no dia do primeiro turno da eleição, tem o prazo de até 60 dias após cada turno para regularizar a situação eleitoral sem o pagamento da multa. Os canais para realizar o procedimento online são o e-Título e o Sistema Justifica. Nesse caso, além de preencher o requerimento, é necessário anexar documentos que comprovem o motivo alegado, pois a justificativa não é automática e poderá ser ou não concedida pelo juiz eleitoral.

Quem não votou no primeiro turno, pode votar no segundo?

O eleitor que não votou no primeiro turno das eleições de 2022 pode e deve votar no segundo turno. Segundo o TSE, cada turno é tratado como uma eleição independente pela Justiça Eleitoral. Isso significa que uma pessoa que não votou no primeiro turno não é proibida de ir às urnas no segundo, desde que seu título eleitoral esteja regular.

Quem é obrigado a votar e justificar a ausência

O voto é obrigatório para eleitoras e eleitores alfabetizadas, com idades entre 18 e 70 anos. O voto é facultativo para maiores de 16 anos e menores de 18 anos; maiores de 70 anos; e, analfabetos.

Últimas Notícias

Ver mais
Aliados de Nunes dizem que filiação de Aldo Rebelo ao MDB dificulta sua indicação para vice
Brasil

Aliados de Nunes dizem que filiação de Aldo Rebelo ao MDB dificulta sua indicação para vice

Há 20 horas

Bússola Poder: prêmio nacional à incompetência
Um conteúdo Bússola

Bússola Poder: prêmio nacional à incompetência

Há 21 horas

Aldo Rebelo troca PDT por MDB e mira vice de Ricardo Nunes
Brasil

Aldo Rebelo troca PDT por MDB e mira vice de Ricardo Nunes

Há 22 horas

Após novo apagão, Enel restabelece energia na região do Mercadão de SP
Brasil

Após novo apagão, Enel restabelece energia na região do Mercadão de SP

Há 22 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais