Acompanhe:

Quanto tempo dura a proteção da vacina contra febre amarela?

Tire dúvidas sobre a validade da vacina contra a febre amarela e o que se sabe até agora sobre a dose fracionada

Modo escuro

Continua após a publicidade
Vacina: dose fracionada protege por pelo menos oito anos (Wilson Dias/Agência Brasil)

Vacina: dose fracionada protege por pelo menos oito anos (Wilson Dias/Agência Brasil)

L
Luiza Calegari

Publicado em 17 de janeiro de 2018 às, 11h04.

Última atualização em 17 de janeiro de 2018 às, 15h27.

São Paulo —  Quem já tomou a vacina contra a febre amarela pelo menos uma vez na vida não precisa de uma nova dose, esclarece a Anvisa em seu site oficial.

Até 2014, a recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) era de que a dose fosse reforçada de dez em dez anos. Porém, novos estudos mostraram que a eficácia da vacina não diminui com o tempo.

A recomendação é válida mesmo para quem se vacinou antes de 2014, porque a vacina continua sendo a mesma.

A Anvisa explica que a revisão de validade é normal. São necessários vários anos, e às vezes décadas, para ter certeza do alcance da proteção de uma vacina.

Dose fracionada da vacina

No caso das doses fracionadas da vacina, que serão distribuídas em campanhas de imunização a partir do fim deste mês, ainda não é possível determinar a validade da imunização.

Na dose fracionada, o mesmo composto que seria usado para imunizar uma pessoa é dividido e serve para quatro pessoas.

Segundo o Ministério da Saúde, estudos mostram que a proteção da dose menor é válida por pelo menos oito anos, mas ainda não existe acompanhamento para prazos maiores.

 

As doses começarão a ser distribuídas em 29 de janeiro em 54 municípios no estado de São Paulo, e depois do Carnaval,  a partir de 19 de fevereiro, no Rio de Janeiro e na Bahia.

Viagens

Quem vai viajar ao exterior, para países que exigem a vacina contra a febre amarela, precisa tomar a dose completa. O certificado internacional não será emitido para quem tomar a dose fracionada.

Últimas Notícias

Ver mais
PF prende dono de sítio suspeito de ajudar fugitivos de presídio de Mossoró
Brasil

PF prende dono de sítio suspeito de ajudar fugitivos de presídio de Mossoró

Há 5 horas

Em primeiro voto no STF, Dino é a favor de vínculo empregatício entre Uber e motoristas
Brasil

Em primeiro voto no STF, Dino é a favor de vínculo empregatício entre Uber e motoristas

Há 5 horas

Mendonça autoriza empresas a renegociarem acordos de leniência fechados na Lava-Jato
Brasil

Mendonça autoriza empresas a renegociarem acordos de leniência fechados na Lava-Jato

Há 7 horas

Projeto de lei quer proibir que motorista de aplicativo cobre passageiro pelo uso do ar-condicionado
Brasil

Projeto de lei quer proibir que motorista de aplicativo cobre passageiro pelo uso do ar-condicionado

Há 8 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais