A página inicial está de cara nova Experimentar close button

PSOL triplica presença na Câmara de SP. PSDB e PT têm maiores bancadas

O PSOL saiu de 2 para 6 vereadores em São Paulo, enquanto o PT perdeu uma cadeira e o PSDB perdeu três, na comparação com os eleitos em 2016

A composição da Câmara de São Paulo vai mudar em alguns pontos após as eleições deste domingo, 15. O PT e o PSDB continuam sendo os partidos com mais cadeiras, com oito vereadores cada, mas com alguma redução na comparação com 2016.

O PT perdeu uma cadeira ante as nove que teve na última eleição e o PSDB perdeu três. São Paulo tem 55 cadeiras de vereador.

Na esteira do bom resultado de seu candidato a prefeito, Guilherme Boulos, o PSOL também triplicou sua bancada. O partido de esquerda está empatado com o DEM como terceira maior bancada da Câmara, com seis vereadores cada.

Eduardo Suplicy foi o vereador mais votado, com 167.427 votos, seguido por Milton Leite (DEM), Delegado Palumbo (MDB) e Felipe Becari (PSD).

Veja os eleitos para a Câmara por partido

PT - 8 vereadores
PSDB - 8 vereadores
PSOL - 6 vereadores
DEM - 6 vereadores
REPUBLICANOS - 4 vereadores
PODEMOS - 3 vereadores
PSD - 3 vereadores
MDB - 3 vereadores
PATRIOTA - 3 vereadores
NOVO - 2 vereadores
PSB - 2 vereadores
PL - 2 vereadores
PSL, PP, PV, PSC e PTB - 1 vereador cada

Segundo turno da Prefeitura

Na eleição para a Prefeitura, o prefeito Bruno Covas (PSDB) foi para a segunda fase da disputa pela prefeitura com Guilherme Boulos. Covas teve 32,85% dos votos e Boulos, 20,24%. Na sequência vieram Márcio França (PSB), Celso Russomanno (Republicanos), Arthur do Val (PATRIOTA) e Jilmar Tato (PT).

Na dianteira das pesquisas desde o início das pesquisas eleitorais, em outubro, Covas manteve larga vantagem em relação aos outros candidatos, enquanto Boulos, Russomanno e França brigaram pelo segundo lugar durante todo o último mês.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também