Brasil

Massa de ar polar causa geadas e onda de frio no Sul; chuvas fracas em SP e RJ; veja previsão

Segundo o Inmet, massa de ar frio é causada pela passagem de um anticlone

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 11 de julho de 2024 às 06h37.

A onda de frio que segue atuando na região do Sul provoca queda nas temperaturas e possíveis geadas, principalmente no Rio Grande do Sul, nesta quinta-feira. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a passagem de um anticiclone proporciona a massa de ar frio, que provoca a queda nas temperaturas. Para a região Sudeste, chuva fraca pode ocorrer em São Paulo e Rio de Janeiro.

O instituto emitiu um alerta de "Perigo Potencial" para geadas no sudoeste, sudeste, noroeste, centro ocidental e ocidental do Rio Grande do Sul, além do sul de Santa Catarina. O aviso vai até às 7h30 desta quinta-feira e destaca que a temperatura mínima deve ser de 3ºC. Além disso, em toda a região centro-sul do estado gaúcho, há um aviso de "Perigo" para a onda de frio.

"Essa onda de frio começou na quarta-feira e vai até sábado. O Rio Grande do Sul, inclusive Porto Alegre, é atingido e é por conta desse anticiclone que vai atuar e proporcionar essa massa de ar frio, de origem polar, e vai derrubar as temperaturas", explica Andrea Ramos, meteorologista do Inmet.

No norte do estado gaúcho e na porção centro-sul de Santa Catarina, há um alerta de "Perigo Potencial" de onda de frio. As áreas podem ter temperaturas 5ºC abaixo da média por período de dois a três dias. O instituto também alerta que o fenômeno pode gerar leve risco à saúde.

"Há uma segunda onda que também já está pegando o norte do RS e sul e centro sul de Santa Catarina. Esse alerta começou na quarta-feira e vai até sexta-feira e tem como característica temperaturas acima de 5ºC em um período de dois a três dias. O outro [alerta de onda de frio para a região Sul] ele já é acima de três dias com essas temperaturas abaixo de 5ºC em relação a climatologia por conta dessa massa de ar polar", explica Ramos.

Além das geadas e onda de frio, a região Sul também pode ser atingida por chuvas intensas. Segundo um alerta de "Perigo Potencial" podem ocorrer chuvas nas áreas centrais e norte de Santa Catarina e no Paraná. A previsão é de chuvas até 50 mm/dia e ventos intensos (40-60 km/h). Também há baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

Na região Sudeste, o Rio de Janeiro terá uma manhã com muitas nuvens. Durante a tarde e na madrugada, podem ocorrer chuvas fracas e isoladas. Os ventos estarão fracos a moderados e as temperaturas variam entre 21ºC e 26ºC, uma ligeira elevação em relação ao dia anterior. Já em São Paulo, o céu ficará nublado ao longo de todo o dia, com previsão de chuva isolada pela manhã e pela tarde. As temperaturas ficam entre 14ºC e 25º. Em Belo Horizonte, não há previsão de chuva e a quinta-feira deve ser de tempo nublado pela manhã.

No Centro-Oeste, na capital do Mato Grosso, Cuiabá, a temperatura fica entre 15ºC e 30ºC, com o tempo com poucas nuvens e nebulosidade durante a noite. Em Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, os termômetros variam entre 12ºC e 28º e não há previsão de chuva.

 

Acompanhe tudo sobre:ClimaSudesteCentro-OesteRegião NorteRegião NordesteSul

Mais de Brasil

Presença da Força Nacional é prorrogada por mais 30 dias no RS

BNDES divulga edital de concurso com salário inicial de R$ 20.900; veja detalhes

Pré-candidatos tentam evitar 'palavras-mágicas' para não serem punidos por campanha antecipada

Após prestigiar Boulos, Lula só deve participar de mais uma convenção de candidatos; saiba qual

Mais na Exame