Brasil

Chuvas voltam ao RS nesta quarta; baixa umidade eleva temperaturas no Centro-Oeste; veja previsão

Capitais das regiões Norte e Nordeste também devem ser atingidas por chuvas

Rodoviária de Porto Alegre no dia que o transporte intermunicipal voltou a funcionar no local, depois das chuvas de maio (TV RBS / Reprodução)

Rodoviária de Porto Alegre no dia que o transporte intermunicipal voltou a funcionar no local, depois das chuvas de maio (TV RBS / Reprodução)

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 3 de julho de 2024 às 06h30.

A chuva irá retornar ao Rio Grande do Sul a partir desta quarta-feira, de acordo com previsão feita pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). A precipitação deve atingir também a porção sul de Santa Catarina, além da maioria das capitais nordestinas e nortistas. Para o Centro-Oeste e o Sudeste, a expectativa é de sol para todos os estados.

Segundo a meteorologista Andrea Ramos, essas chuvas irão atuar de forma isolada e com pancadas e trovoadas na região Norte, com destaque para todo o estado de Roraima e as cidades de Belém, Manaus e Macapá. Apesar disso, o calor não deve aliviar na região, com máximas chegando a 34°C na capital paraense.

Já no Sul, a expectativa é de chuvas mais leves e isoladas, explica Andrea. Entretanto, para Porto Alegre, o Inmet prevê pancadas e trovoadas isoladas, com ventos fracos e máxima de 19°C e mínima de 12°C. Em Florianópolis os termômetros devem marcar máxima de 26°C e mínima de 14°C, com possibilidade de chuvas a partir da tarde.

Calor no Sudeste e Centro-Oeste

Para a região central do país, a expectativa é de que a baixa umidade — atuante nesta região desde um pouco antes do começo do inverno — siga elevando as temperaturas nos estados do Centro-Oeste e do Sudeste.

Uma massa de ar seco vem atuando nesta parte do Brasil, formada por um anticiclone em altos níveis, o que resulta em um bloqueio atmosférico — o qual, por sua vez, garante a predominância desta massa de ar seco.

No Rio de Janeiro, a previsão é de máxima de 30°C e mínima de 15°C, o que evidencia a amplitude térmica típica do inverno. Além disso, a pouca nebulosidade nestes locais proporciona o ganho radioativo — isto é, da intensidade dos raios solares e, portanto, do calor, — durante o dia e a perda durante a noite.

Para São Paulo, a expectativa é de 29°C de máxima e mínima de 13°C. Em Goiânia, este fenômeno fica ainda mais evidente, com os termômetros marcando máxima de 31°C e mínima de 14°C.

 

Acompanhe tudo sobre:ClimaSudesteSulCentro-OesteRegião NorteRegião Nordeste

Mais de Brasil

Presença da Força Nacional é prorrogada por mais 30 dias no RS

BNDES divulga edital de concurso com salário inicial de R$ 20.900; veja detalhes

Pré-candidatos tentam evitar 'palavras-mágicas' para não serem punidos por campanha antecipada

Após prestigiar Boulos, Lula só deve participar de mais uma convenção de candidatos; saiba qual

Mais na Exame