Brasil

Presidente do Senado, Davi Alcolumbre é diagnosticado com coronavírus

O senador está sem sintomas severos e segue em isolamento domiciliar

Davi Alcolumbre: primeiro teste do senador tinha dado negativo, mas segundo exame apontou a contaminação pelo novo coronavírus (Roque de Sá/Agência Brasil)

Davi Alcolumbre: primeiro teste do senador tinha dado negativo, mas segundo exame apontou a contaminação pelo novo coronavírus (Roque de Sá/Agência Brasil)

BC

Beatriz Correia

Publicado em 18 de março de 2020 às 18h07.

Última atualização em 18 de março de 2020 às 18h26.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, testou positivo para covid-19. O presidente está sem sintomas severos e segue em isolamento domiciliar. Confira nota divulgada por sua assessoria nesta quarta-feira (18):

Nota à imprensa

Depois de o primeiro exame dar negativo, o presidente do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre, refez o exame na noite de ontem (17) e, nesta quarta-feira (18), atestou positivo para Covid-19.

Davi Alcolumbre, no entanto, está bem, sem sintomas severos, salvo alguma indisposição, e segue em isolamento domiciliar, conforme determina o protocolo de conduta do Ministério da Saúde e a OMS.

Com isso, Alcolumbre se torna o primeiro chefe de um dos Poderes da República a ter teste positivo. No entanto, outros parlamentares já foram confirmados com o novo vírus.

O primeiro deles foi o senador Nelsinho Trad (PSD-MS), que fez parte da comitiva do presidente Jair Bolsonaro em viagem aos Estados Unidos. No retorno da viagem, o secretário de Comunicação da Presidência, Fabio Wajngarten, teve teste positivo para o vírus.

Antes de saber da contaminação de Wajngarten, Trad foi ao Congresso e chegou a participar de reunião com Alcolumbre.

As últimas notícias da pandemia do novo coronavírus:

Acompanhe tudo sobre:CoronavírusDavi Alcolumbre

Mais de Brasil

Bolsonaristas criticam Moraes por derrubar norma sobre aborto; governistas apoiam decisão

Enchentes agora atingem SC; mais de 800 estão fora de casa devido a inundações

Nível do Guaíba cai 17 cm em Porto Alegre e segue baixando

Adaptação das cidades à crise climática exige mudança de paradigma, dizem especialistas

Mais na Exame