Brasil

Prefeitura de Santo André lança multicanal com 500 serviços públicos digitais para população

Com ajuda da govtech Colab, população da cidade do grande ABC poderá contar com um portal de serviços na internet, um aplicativo e um canal de whatsapp para resolver desde a matrícula em creche até a emissão da segunda via do IPTU

André Martins
André Martins

Repórter de Brasil e Economia

Publicado em 9 de abril de 2024 às 08h00.

Última atualização em 9 de abril de 2024 às 08h57.

Tudo sobreEficiência
Saiba mais

A prefeitura de Santo André e a govtech Colab lançam nesta terça-feira, 9, a primeira plataforma multicanal de digitalização de quase 500 serviços municipais, processos internos e comunicação em mão dupla entre governo e moradores.

A população da cidade do grande ABC poderá contar com um portal de serviços na internet, um aplicativo e um canal de whatsapp para resolver desde a matrícula em creche, agendamento de vacina, emissão de segunda via de boleto do IPTU até a emissão de cartão de estacionamento para idoso.

A administração municipal vai instalar totens de autoatendimento em locais estratégicos no segundo semestre de 2024 para permitir que pessoas que não tenham fácil acesso à internet possam utilizar o serviço. A prefeitura também vai manter o atendimento presencial, para garantir acesso às pessoas que não têm tanta intimidade com a tecnologia.

O novo serviço vai permitir a realização de consultas públicas, para estimular uma administração colaborativa. A primeira delas será sobre quais devem ser a prioridades de atendimento no whatsapp do serviço.

"Estamos preocupados em transformar a parte interna do governo em mais eficiente, e ainda trazer a participação do cidadão para ele possa ser protagonista da história da sua cidade", diz Gustavo Maia, fundador e CEO da Colab, em entrevista à EXAME. 

Com mais de uma década de existência, a govtech investiu R$10 milhões nos últimos três anos, e promete um modelo replicável e adaptável para governos de qualquer tamanho. A empresa tem quatro fundos como sócios e planeja um modelo base que possa ser replicado para qualquer cidade. "Uma ferramenta como essa não só conseguiria atender uma cidade como São Paulo, como apresentaria ótimos resultados", afirma.

Além de Santo André, a Colab atende ainda cidades como Mogi das Cruzes, Niterói, São Gonçalo, Saquarema, Araxá e Diadema. Segundo os dados da empresa, a atuação impacta 20 milhões de pessoas.

Eficiência de um governo digital

A plataforma ainda vai digitalizar todos os processos internos dos servidores e pretende tornar a administração pública mais eficiente e próxima da população. O secretário de Inovação e Administração de Santo André, Pedro Seno, afirma que a nova plataforma acelera a transformação digital dentro das repartições.

“Com a digitalização dos processos internos passamos a adotar a metodologia kanban, largamente usada em startups, que mostra visualmente os passos de uma solicitação até a sua solução, indicando ao gestor em que etapa está cada pedido e quem é o responsável por ela", diz Seno.

Para ele, a metodologia reduz o envio de papéis de uma área para a outra, melhora as relações de trabalho e aumenta a eficiência na tramitação dos processos.

Na semana passada, a secretaria reuniu cerca de 200 servidores para explicar o novo desenho junto com a Colab, que oferece cursos sobre o uso da ferramenta.

Acompanhe tudo sobre:EficiênciaCusto BrasilEconomia colaborativa

Mais de Brasil

Topázio Neto lidera disputa em Florianópolis com 44,7%, aponta pesquisa Futura/100% Cidades

BNDES vai investir R$ 29 milhões para implementar IA no Centro de Operações Rio

Nunes lidera projeções de segundo turno contra Boulos, Tabata e Kim, aponta pesquisa

Mais na Exame