Brasil

Curtas – uma seleção do mais importante no Brasil e no mundo

PF indicia Temer; Loggi recebe US$ 100 milhões; Mike Pompeo encontra rei saudita e mais…

MIKE POMPEO ENCONTRA REI SAUDITA: sauditas se comprometeram com uma investigação “completa, transparente e oportuna”, sobre o caso do jornalista desaparecido Jamal Khashoggi (Leah Millis/Reuters)

MIKE POMPEO ENCONTRA REI SAUDITA: sauditas se comprometeram com uma investigação “completa, transparente e oportuna”, sobre o caso do jornalista desaparecido Jamal Khashoggi (Leah Millis/Reuters)

DR

Da Redação

Publicado em 17 de outubro de 2018 às 06h47.

Última atualização em 17 de outubro de 2018 às 07h07.

PF indicia Temer
Na conclusão das investigações do inquérito dos portos entregue ao Supremo Tribunal Federal (STF), a Polícia Federal pediu o indiciamento e o sequestro e bloqueio de bens do presidente Michel Temer, da filha dele Maristela Temer, do ex-assessor especial da presidência Rodrigo Rocha Loures – o homem da mala da JBS – e de outros oito investigados, conforme despacho do relator do caso na corte, Luís Roberto Barroso. No relatório final, a PF também solicitou ao Supremo a prisão preventiva do coronel João Baptista Lima Filho – o coronel Lima -, amigo de Temer, da arquiteta Maria Rita Fratezi, mulher do coronel, e outras duas pessoas.

Jungmann: ameaça é crime
O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, afirmou nesta terça-feira, 16, que “obviamente representa um crime” a mensagem enviada ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) direcionada à presidente da Corte, ministra Rosa Weber, em tom de ameaça. Recebida através de uma rede social do TSE, o texto fala que o candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, está “matematicamente eleito”, e que “se as urnas forem fraudadas”, a população irá para as ruas até que tenha nova eleição com voto impresso. “Experimente deixar que isso aconteça”, diz parte da mensagem, que será investigada pela Polícia Federal (PF) a pedido da Corte Eleitoral.

Loggi recebe US$ 100 mi
O Vision Fund do SoftBank investiu US$ 100 milhões (na cotação atual, 372 milhões de reais) na startup de entregas paulistana Loggi, apostando no rápido crescimento do comércio eletrônico do país. Fundada em 2013 pelo francês Fabien Mendez, a Loggi direciona pedidos de entrega para entregadores próximos, desde motoboys até vans.

Serviços têm melhor resultado desde 2011
A atividade de transportes ajudou e o setor de serviços cresceu mais do que o esperado em agosto, registrando o melhor resultado para o mês desde 2011, embora o avanço ainda não seja considerado o início de uma retomada para o setor. O volume de serviços cresceu 1,2 por cento em agosto em relação a julho, resultado mais forte para o mês na série histórica iniciada em 2011, de acordo com os dados divulgados nesta terça-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A leitura ficou bem acima da expectativa em pesquisa da Reuters de alta de 0,3 por cento, após queda de 2 por cento em julho e avanço de 4,9 por cento em junho.

Chineses terão 20% do Comperj
A Petrobras assinou acordo com a chinesa CNODC, uma subsidiária da petroleira CNPC, para concluir a construção de uma das obras mais enroladas de seu portfólio: a refinaria do Comperj, localizada em Itaboraí, no Rio de Janeiro. Até então, a estatal só havia anunciado planos para concluir a construção da UPGN, a unidade de processamento de gás. O novo acordo com os chineses prevê a criação de uma nova companhia, na qual a Petrobras terá 80% e a CNPC, 20%. O presidente da estatal, Ivan Monteiro, está na China para acertar os detalhes finais do acordo.

Samarco em 2020?
A operação da mineradora Samarco deverá ser reiniciada no início de 2020, segundo o presidente da Vale, Fabio Schvartsman, que participa do evento FT Commodities, no Rio de Janeiro. O executivo informou ainda que a empresa consumiu R$ 5,3 bilhões em indenização e que esse valor não representa nem a metade do que deve ser gasto para compensar as pessoas prejudicadas pelo acidente provocado pela mineradora.

Uber: um IPO de US$ 120 bi?
A Uber poderia adiantar seu aguardado lançamento em Wall Street, com avaliação de mais de 100 bilhões de dólares de capitalização, disseram nesta terça-feira, 16, à AFP fontes próximas à operação. O serviço de viagens com motorista teria a maior oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) do setor tecnológico até hoje. A data do início das operações em Wall Street poderia ser antecipada para a primeira metade de 2019, em vez de esperar até a segunda parte do ano, como estava previsto, acrescentou a fonte, sob condição de anonimato. A data final dependerá das condições do mercado, acrescentou.

Jornalista foi mutilado, diz CNN
O corpo do jornalista saudita que teria sido morto no consulado da Arábia Saudita em Istambul, Turquia, foi mutilado depois de morto. A informação foi divulgada pela rede de notícias CNN, que disse ter ouvido um oficial turco envolvido nas investigações. O prédio no qual o consulado funciona foi alvo de perícia no início desta semana. Jamal Khashoggi residia nos Estados Unidos e trabalhava para o jornal The Washington Post. Ele desapareceu depois de ir ao consulado saudita em solo turco para resolver pendências documentais no último dia 2 de outubro. Nunca mais foi visto.

Sauditas “comprometidos”
O rei saudita Salman bin Abdulaziz expressou nesta terça-feira ao secretário de Estado americano, Mike Pompeo, o compromisso com uma investigação “completa, transparente e oportuna” sobre o desaparecimento do jornalista saudita Jamal Khashoggi, segundo informou o Departamento de Estado dos EUA. A porta-voz da pasta, Heather Nauert, informou pelo Twitter que Pompeo agradeceu ao rei pela reunião realizada em Riad para conversar sobre assuntos regionais e bilaterais.

Macron anuncia reforma
O presidente francês, Emmanuel Macron, anunciou nesta terça-feira uma importante reforma ministerial com a qual espera dar um novo estímulo ao governo e conter a queda de popularidade nas pesquisas. Macron reorganizou o governo para constituir “uma equipe renovada, dotada de um segundo impulso, mas cujo mandato continua sendo o mesmo”, afirma um comunicado do Palácio do Eliseu, sede da presidência. “Esta equipe de governo vai atuar na continuidade da política desenvolvida pelo governo e do calendário de reformas dos próximos meses”, completa a nota.

Acompanhe tudo sobre:Arábia SauditaEmmanuel MacronExame HojeMichel TemerRaul JungmannRosa WeberUber

Mais de Brasil

Ministério da Saúde amplia vacinação contra dengue; veja nova faixa etária

Reviravolta em julgamento sobre 'sobras eleitorais' pode anular eleição de sete deputados; entenda

Privatização da Sabesp será concluída em 22 de julho; veja os mais cotados para vencer a disputa

Quem é Mello Araújo, anunciado como vice de Nunes em São Paulo

Mais na Exame