Brasil

Nova CNH entra em vigor: quatro mudanças que você precisa saber

A substituição da CNH não é obrigatória. Ela será implementada de forma gradual para novas habilitações, na medida em que os condutores venham a renovar ou emitir a segunda via

CNH: novo modelo tem três idiomas (Governo Federal/Divulgação)

CNH: novo modelo tem três idiomas (Governo Federal/Divulgação)

Drc

Da redação, com agências

Publicado em 31 de maio de 2022 às 18h18.

Última atualização em 1 de junho de 2022 às 11h53.

A partir de 1º de junho, a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) passa a ser emitida em um novo formato. Segundo a Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran), o documento ficou “mais moderno” e, cumprindo determinações legais, possibilitará o uso do nome social e da filiação afetiva do condutor que assim desejar.

O que muda com a nova CNH?

As mudanças foram detalhadas em dezembro de 2021, quando o Conselho Nacional de Trânsito publicou uma resolução, que regulamenta especificações, produção e expedição da CNH.

A substituição da CNH não é obrigatória. Ela será implementada de forma gradual para novas habilitações, na medida em que os condutores venham a renovar ou emitir a segunda via do documento.

Nova cor

A nova CNH adota uma nova cor. Além do verde, tem também o amarelo e novos elementos gráficos para dificultar a falsificação e fraudes. Pode ser expedido nos formatos físico, digital ou ambos.

(Governo Federal)

QR Code

Foi mantido o QR Code da CNH, que armazena todas as informações contidas nos dados variáveis do respectivo documento, inclusive a fotografia, com exceção da assinatura do condutor.

Código internacional e três idiomas

Foi também incorporado um código internacional utilizado nos passaportes, que permite ao condutor embarcar em terminais de autoatendimento nos aeroportos brasileiros. Como tem informações impressas em inglês e francês, além do português, o documento facilita o uso em outros países.

Categorias

Conforme previsto na resolução — que detalha os itens de segurança que passam a ser adotados e apresenta como fica o visual do documento —, a nova versão da carteira de motorista traz uma tabela para identificar os tipos de veículos que o condutor está apto a conduzir, bem como informações sobre o exercício de atividade remunerada do motorista e possíveis restrições médicas.

LEIA TAMBÉM

Acompanhe tudo sobre:Carteira de habilitação (CNH)Trânsito

Mais de Brasil

Secretário de Turismo diz que 53% das atrações públicas do RS foram danificadas

Prefeito de Canoas diz que reconstrução de prédios públicos demanda mais de R$ 200 milhões

OPINIÃO: Nunca esqueceremos

Enchentes no RS: sobe para 155 o número de mortos; 94 pessoas seguem desaparecidas

Mais na Exame