Brasil

Light: Procon vai investigar falta de luz na Ilha do Governador; multa pode chegar a R$ 13 milhões

Processo de foi instaurado nesta sexta-feira e vai apurar possíveis infrações contra as normas de defesa do consumidor

Light: A investigação do Procon-RJ vai apurar como as frequentes quedas no fornecimento de energia elétrica (Light/Divulgação)

Light: A investigação do Procon-RJ vai apurar como as frequentes quedas no fornecimento de energia elétrica (Light/Divulgação)

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 2 de fevereiro de 2024 às 12h54.

Última atualização em 2 de fevereiro de 2024 às 12h55.

Os recorrentes apagões que têm tirado o sono de moradores e comerciantes da Ilha do Governador, na Zona Norte do Rio, levou o Procon-RJ a instaurar, nesta sexta-feira, ato sancionatório contra a Light, empresa responsável pelo fornecimento de energia elétrica na região.

Na prática, o “ato sancionatório” implica na abertura de um processo para apuração das possíveis infrações contra as normas de defesa do consumidor. Caso confirmadas, podem gerar aplicação de penalidades, como multas que podem chegar à casa dos R$13 milhões segundo o presidente do órgão.

A investigação do Procon-RJ vai apurar como as frequentes quedas no fornecimento de energia elétrica, além das oscilações registradas na rede do bairro podem ter resultado na queima de eletrodomésticos e outros prejuízos. A grande demora para resolver os problemas apresentados recorrentemente e também para restabelecer o fornecimento serão levados em conta na investigação conduzida pelo órgão.

— As reclamações em face da Light, somente este ano, totalizam, até o momento, 275 queixas e a sua maioria gira em torno de diversas falhas na prestação de serviço. Quando o bairro da Ilha do Governador foi atingido pela falta de luz e a demora excessiva no retorno, fizemos uma força tarefa no bairro e conseguimos ajudar os moradores de uma forma mais rápida, no entanto, os problemas continuaram e por isso, instauramos ato sancionatório em face da empresa, que poderá ser multada em mais de R$ 13 milhões — disse Cássio Coelho, presidente do Procon-RJ.

O Procon-RJ anunciou ainda ter aplicado multa de R$ 113.991,11 contra a concessionária de Energia Elétrica Enel em R$ 113.991,11, por falhas na prestação de serviço no município de Santo Antônio de Pádua, cidade da região Noroeste do estado.

Após receber a notificação da multa, a Enel terá 15 dias para recorrer e apresentar sua defesa, cuja análise será feita por técnicos do próprio Procon-RJ.

Para fazer denúncias ou reclamações ao Procon-Rj basta acessar os canais de atendimento da autarquia disponíveis em procon.rj.gov.br.

Acompanhe tudo sobre:LightProconRio de Janeiro

Mais de Brasil

Base de Canoas passará a ter dez voos por dia, anuncia governo

Paraná Pesquisas: em SP, Nunes tem 28,1%; Boulos, 24,2%; Datena, 12,1%; e Tabata, 9,1%

O que abre e o que fecha em SP no feriado de Corpus Christi

Mais na Exame