Acompanhe:

Justiça nega petição do PSOL contra nomeação de Moreira Franco

Jean Wyllys havia entrado com a ação sob a alegação de "risco permanente para o patrimônio público, considerando seu suposto envolvimento com corrupção"

Modo escuro

Continua após a publicidade
Jean: para ele, a nomeação violaria princípios da moralidade na administração pública, da legalidade e da impessoalidade (Wilson Dias/Agência Brasil/Agência Brasil)

Jean: para ele, a nomeação violaria princípios da moralidade na administração pública, da legalidade e da impessoalidade (Wilson Dias/Agência Brasil/Agência Brasil)

R
Reuters

Publicado em 20 de abril de 2018 às, 13h06.

A Justiça Federal de Brasília negou uma petição do PSOL contra a nomeação pelo presidente Michel Temer de Moreira Franco (MDB-RJ) como ministro de Minas e Energia, segundo decisão nesta sexta-feira vista pela Reuters.

O deputado federal do partido de esquerda, Jean Wyllys, havia entrado com a ação popular sob a alegação de que a escolha de Moreira representaria "risco permanente para o patrimônio público, considerando seu suposto envolvimento com atos de corrupção".

Além disso, segundo ele, a nomeação violaria princípios da moralidade na administração pública, da legalidade e da impessoalidade.

A juíza federal Maria Cecília de Marco Rocha viu "natureza política" na ação popular, uma vez que o PSOL faz parte da oposição ao governo do presidente Temer.

"A ação popular não se presta à tutela de interesses políticos... caso se admitisse o prosseguimento da ação, ela configurar-se-ia instrumento político e indevida intromissão do Poder Judiciário na seara política", escreveu ela ao analisar o caso.

Moreira Franco é um dos investigados pela Procuradoria-Geral da República (PGR) sob suspeita de fazer parte de um "quadrilhão" do MDB que praticaria irregularidades em órgãos públicos.

Últimas Notícias

Ver mais
Fundo de incentivo à mineração para a transição energética terá R$ 1 bilhão, diz MME
Brasil

Fundo de incentivo à mineração para a transição energética terá R$ 1 bilhão, diz MME

Há um dia

Governo quer antecipar R$ 26 bi de aportes da privatização da Eletrobras para reduzir conta de luz
Economia

Governo quer antecipar R$ 26 bi de aportes da privatização da Eletrobras para reduzir conta de luz

Há uma semana

Brasil terá demanda crescente de energia até 2026, diz relatório da IEA
Um conteúdo Esfera

Brasil terá demanda crescente de energia até 2026, diz relatório da IEA

Há uma semana

Brasil investiu US$ 34,8 bilhões em transição energética em 2023
Um conteúdo Esfera

Brasil investiu US$ 34,8 bilhões em transição energética em 2023

Há uma semana

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais