Brasil

Homens armados roubam vacinas contra covid-19 de posto de saúde em Natal

Polícia prendeu dois suspeitos, mas um segue foragido; imunizantes ainda não foram localizados

Roubo de vacina: O trio tentou roubar as vacinas pouco após a abertura da Unidade Básica de Saúde, por volta das 7h (Amanda Perobelli/Reuters)

Roubo de vacina: O trio tentou roubar as vacinas pouco após a abertura da Unidade Básica de Saúde, por volta das 7h (Amanda Perobelli/Reuters)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 22 de março de 2021 às 16h04.

Última atualização em 22 de março de 2021 às 16h06.

Dois homens foram presos pela Polícia Militar e pela Guarda Municipal de Natal acusados de roubar 20 doses da vacina Coronavac que seriam aplicadas em idosos de 75 anos ou mais na Unidade Básica de Saúde da Vila de Ponta Negra, zona Sul de Natal.

Eles teriam chegado ao local armados e anunciado o assalto no final da manhã desta segunda-feira, 22. Além dos imunizantes, um celular de um dos profissionais de saúde que estava trabalhando no atendimento aos idosos foi roubado.

"Eles invadiram a unidade e pegaram um lote com aproximadamente 20 doses da vacina. Saíram em fuga num veículo de cor prata, em direção à Via Costeira. Houve perseguição policial e dois foram presos. Um terceiro suspeito conseguiu fugir", afirma Alberfran Grilo, comandante da Guarda Municipal de Natal. A polícia acredita que as vacinas estejam em poder do foragido, pois ainda não foram localizadas.

Conforme relatos repassados por testemunhas aos agentes de segurança pública momentos após o crime, o trio tentou roubar as vacinas pouco após a abertura da Unidade Básica de Saúde, por volta das 7h. Um veículo que chegou ao local foi abordado pelos criminosos, pois eles suspeitavam de que fosse um carregamento de vacinas contra a covid-19, mas era uma carga de água sanitária. Os pacientes e os trabalhadores da Unidade desconfiaram da movimentação e acionaram a polícia.

"Uma viatura foi ao local após o pedido de ajuda. Os guardas permaneceram por cerca de duas horas e saíram para atender outra ocorrência", relatou Alberfran Grilo. Foi nesse momento que os homens voltaram à UBS, fortemente armados, segundo testemunhas, e renderam os idosos e profissionais que atuavam na aplicação do imunizante. Um trabalhador reagiu, tentando impedir a ação criminosa, mas foi agredido e teve o celular roubado, mas recuperado horas depois pelos policiais.

A dupla presa foi encaminhada para a Central de Flagrantes da Polícia Civil, em Natal, e deverá passar por Audiência de Custódia nas próximas 24 horas. Um dos homens presos é condenado pela Justiça e usa tornozeleira eletrônica. A Polícia Civil investigará se o roubo das vacinas foi encomendado e por quem.

Acompanhe tudo sobre:CoronavírusNatal (RN)PandemiaRoubosSinovac/Coronavacvacina contra coronavírusVacinas

Mais de Brasil

Chuva deve voltar ao Rio Grande do Sul nesta segunda-feira

Apenas 11% das escolas têm internet na velocidade certa, diz pesquisa

Julgamento que pode cassar Jorge Seif ficará para Cármen Lúcia após saída de Moraes do TSE

Rio Grande do Sul: Defesa Civil contabiliza 200 toneladas de alimentos doados

Mais na Exame