Brasil

Governo prorroga isenção de vistos para turistas dos EUA, Japão, Canadá e Austrália

Medida foi estendida até abril de 2025

Isensção de visto: turistas dos EUA, Canadá, Japão e Austrália não precisam de visto para vir ao Brasil (Flavio Coelho/Getty Images)

Isensção de visto: turistas dos EUA, Canadá, Japão e Austrália não precisam de visto para vir ao Brasil (Flavio Coelho/Getty Images)

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 10 de abril de 2024 às 07h11.

O governo puiblicou no Diário Oficial da União, na noite desta terça-feira, 9, um decreto que prorroga a isenção de visto para turistas dos Estados Unidos, Canadá e Austrália para abril de 2025. A medida que retirou a exigência da autorização de entrada para cidadãos desses quatro países foi adotada ainda no governo de Jair Bolsonaro e vem sendo prorrogada.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou a editar um decreto que revogava a isenção no início do ano passado, mas diante de reação de parlamentares, adiou a retomada da exigência de vistos. O atual decreto prevê o fim dessa isenção na quarta-feira.

Os vistos para turistas desses três países e do Japão haviam sido dispensados unilateralmente em 2019, no governo do ex-presidente Jair Bolsonaro. Porém, quando Lula assumiu, ficou decidido que a medida só deveria valer para os países que dessem o mesmo tratamento a brasileiros, seguindo o princípio diplomático da reciprocidade.

Em maio do ano passado, durante uma visita de Lula ao Japão, foi fechado um acordo bilateral liberando o visto de brasileiros que entram naquele país e os japoneses que chegam ao Brasil. A suspensão da exigência entrou em vigor em setembro de 2023. Os demais países não concordaram em fazer o mesmo.

No fim de 2023, em dezembro, a Câmara aprovou a urgência para o projeto que derruba o decreto presidencial. Sem o cumprimento do acordo, o presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL), colocará a matéria para ser votada no plenário, sem precisar passar pelas comissões.

O novo decreto é mais uma prorrogação da suspensão do visto. No ano passado, foi editado um ato estabelecendo a volta da exigência para 10 de janeiro. Porém, o governo postergou a data para 10 de abril de 2024.

Acompanhe tudo sobre:Estados Unidos (EUA)CanadáAustráliaVisto EUAJapão

Mais de Brasil

Brasil ultrapassa 5 milhões de casos prováveis de dengue

TSE afirma ter 570 mil urnas eletrônicas em estoque, número suficiente para cobrir danos no RS

Temporais devem retornar ao Rio Grande do Sul nesta semana; veja previsão

Expectativa é avaliar danos no aeroporto Salgado Filho a partir da sexta-feira, diz ministro

Mais na Exame