Acompanhe:

O governo brasileiro busca intensificar, nesta quarta e quinta-feira, 28 e 29, o diálogo sobre o projeto das rotas de integração sul-americanas. A ideia é incentivar o comércio nacional com países da América do Sul, além de reduzir o tempo e o custo do transporte de mercadorias entre o Brasil, os países vizinhos e a Ásia.

Para isso, a partir de hoje, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, acompanhado da ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet, e dos ministros da Integração e do Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, e dos Transportes Renan Filho, cumpre uma série de agendas bilaterais e trilaterais com autoridades da Guiana e do Suriname na 46ª Conferência de Chefes de Governo da Comunidade do Caribe (Caricom), que está sendo realizada em Georgetown, na Guiana.

O projeto das cinco rotas foi desenhado pelo Ministério do Planejamento e Orçamento, que mapeou, com apoio de 11 Estados brasileiros fronteiriços, cinco rotas prioritárias para estimular a integração - Rota da Ilha das Guianas; Rota Multimodal Manta-Manaus; Rota do Quadrante Rondon; Rota de Capricórnio; e Rota Porto Alegre-Coquimbo.

De acordo com a pasta, as obras das rotas foram cruzadas com as 9,2 mil obras do Novo PAC e resultaram em uma lista de 124 empreendimentos com caráter direto de integração sul-americana, o chamado "PAC da Integração". Os empreendimentos envolvem infovias, rodovias, pontes, portos, hidrovias, aeroportos, ferrovias e linhas de transmissão de energia elétrica.

Investimentos de R$ 50 bilhões

De acordo com o Planejamento, existe a previsão de aporte de US$ 50 bilhões (US$ 10 bilhões) na integração sul-americana. Tanto o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) como o banco de desenvolvimento da América Latina e Caribe (CAF) investirão R$ 15 bilhões cada. O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) irá aportar R$ 17 bilhões e o Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Plata (Fonplata), R$ 3 bilhões.

Conheça as cinco rotas da Integração:

  • Rota da Ilha das Guianas - compreende integralmente os Estados do Amapá, Roraima e partes do território do Amazonas e do Pará, articulada com a Guiana, a Guiana Francesa, o Suriname e a Venezuela;
  • Rota Multimodal Manta-Manaus - compreende o Estado Amazonas e partes de Roraima, Pará e Amapá, interligada por via fluvial à Colômbia, Peru e Equador;
  • Rota do Quadrante Rondon - compreende os Estados do Acre, Rondônia, e uma porção oeste de Mato Grosso, conectada com Bolívia e Peru;
  • Rota de Capricórnio - compreende o Mato Grosso do Sul, Paraná e Santa Catarina, ligada, por múltiplas vias, ao Paraguai, Argentina e Chile;
  • Rota Porto Alegre-Coquimbo - compreende Rio Grande do Sul, integrado à Argentina, Uruguai e Chile.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Em meio a ofensiva do MST, CCJ adia votação de projeto de retirada de invasores sem ordem judicial
Brasil

Em meio a ofensiva do MST, CCJ adia votação de projeto de retirada de invasores sem ordem judicial

Há 7 horas

Presidente Lula tenta avançar em acordo para reduzir corte em emendas de comissão
Brasil

Presidente Lula tenta avançar em acordo para reduzir corte em emendas de comissão

Há 8 horas

Haddad fala em parceria estratégica entre Brasil e Estados Unidos
Economia

Haddad fala em parceria estratégica entre Brasil e Estados Unidos

Há 8 horas

Lula cobra pedido de desculpas do Equador por invasão de Embaixada do México
Brasil

Lula cobra pedido de desculpas do Equador por invasão de Embaixada do México

Há 12 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais