Acompanhe:

O procurador-geral da República Paulo Gonet confirmou nesta segunda-feira, 18, horas após tomar posse, os primeiros nomes de sua gestão. As indicações devem ser publicadas no Diário Oficial da União desta terça, 19.

A equipe foi anunciada em reunião com os procuradores chefes das unidades do MPF nesta tarde. A coordenação das investigações sobre os atos golpistas do dia 8 de janeiro segue em aberto, após o subprocurador Carlos Frederico entregar o cargo.

O vice-procurador-geral da República, número dois da PGR, será o subprocurador Hindenburgo Chateaubriand, que foi corregedor da instituição na gestão de Rodrigo Janot.

O chefe do Ministério Público tem autonomia para formar equipe e escolher seus auxiliares em funções administrativas.

Veja os primeiros nomes confirmados da equipe de Gonet:

- Hindenburgo Chateaubriand - vice-procurador-geral da República;

- Alexandre Espinosa - vice-procurador-geral Eleitoral, cargo que Gonet ocupava antes da indicação para comandar a PGR;

- Carlos Mazzoco - chefe de gabinete;

- Sílvio Amorim - secretário de Relações Institucionais;

- Anamara Osório - secretária de Cooperação Internacional;

- Raquel Branquinho - diretora-geral da Escola Superior do Ministério Público da União;

- Eliana Torelly - permanece no comando da Secretaria-Geral da União.

Ao tomar posse, o novo PGR prometeu uma atuação técnica, como já havia sinalizado em sua sabatina no Senado, e afirmou que não vai buscar "palco nem holofote".

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Ida de Bolsonaro à Embaixada da Hungria não configurou busca por asilo político, avalia PGR
Brasil

Ida de Bolsonaro à Embaixada da Hungria não configurou busca por asilo político, avalia PGR

Há 2 dias

Moraes pede para PGR se manifestar sobre ida de Bolsonaro à embaixada da Hungria
Brasil

Moraes pede para PGR se manifestar sobre ida de Bolsonaro à embaixada da Hungria

Há 2 semanas

Defesa diz que Bolsonaro não ordenou fraude em cartão de vacinação
Brasil

Defesa diz que Bolsonaro não ordenou fraude em cartão de vacinação

Há 3 semanas

Mendonça autoriza empresas a renegociarem acordos de leniência fechados na Lava-Jato
Brasil

Mendonça autoriza empresas a renegociarem acordos de leniência fechados na Lava-Jato

Há 2 meses

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais