Brasil

Graça Foster deve sair da Petrobras até fevereiro, diz Folha

Segundo a Folha, Dilma Rousseff e a presidente da Petrobras Graça Foster acertaram o cronograma da saída de toda a diretoria da estatal


	A presidente da Petrobras, Graça Foster: ela e outros executivos devem ficar em seus cargos até o fim do mês
 (Ricardo Moraes/Reuters)

A presidente da Petrobras, Graça Foster: ela e outros executivos devem ficar em seus cargos até o fim do mês (Ricardo Moraes/Reuters)

DR

Da Redação

Publicado em 3 de fevereiro de 2015 às 19h43.

São Paulo - Em reunião hoje em Brasília, a presidente Dilma Rousseff acertou com Graça Foster, presidente da Petrobras, um cronograma de saída de toda a diretoria da empresa, segundo o jornal Folha de S. Paulo.

No encontro, ficou definido que Graça e outros integrantes da cúpula da estatal devem permanecer em seus cargos até o final de fevereiro, de acordo com a reportagem.  

A reunião durou cerca de três horas e aconteceu no Palácio do Planalto.

Ainda segundo o jornal, a executiva vai se dedicar, nos próximos dias, a chegar a um número crível do prejuízo causado pela corrupção na Petrobras, divulgado no último balanço da companhia na semana passada, que não mostrou uma avaliação segura e auditada dos ativos imobilizados citados na Operação Lava Jato.

Assim, não se chegou a um valor exato que demonstrasse o tamanho do rombo nas contas da empresa.

Mais cedo, uma reportagem da Folha de S. Paulo informou que Graça Foster já havia sido comunicada de sua substituição, especialmente após o balanço da Petrobras do terceiro semestre.

O substituto de Graça não foi informado, mas a expectativa para troca no comando da estatal foi suficiente para fazer as ações da Petrobras subirem mais de 15% na Bovespa, o maior ganho diário em 16 anos.

*Atualizada às 19h33 do dia 03/02/2015

Acompanhe tudo sobre:Capitalização da PetrobrasCorrupçãoDilma RousseffEmpresasEmpresas abertasEmpresas brasileirasEmpresas estataisEscândalosEstatais brasileirasExecutivos brasileirosFraudesGás e combustíveisGraça FosterIndústria do petróleoMulheres executivasOperação Lava JatoPersonalidadesPetrobrasPetróleoPolítica no BrasilPolíticosPolíticos brasileirosPT – Partido dos Trabalhadores

Mais de Brasil

PRTB marca data de convenção para anunciar candidatura de Marçal no mesmo dia do evento de Nunes

Moraes defende entraves para recursos a tribunais superiores e uso de IA para resolver conflitos

Com negociação para definir vice, PL lança candidatura de Ramagem à prefeitura do Rio

G20 inicia nesta semana de encontros econômicos e sociais no Rio

Mais na Exame