Brasil

Estado do RJ passa a emitir nova Carteira de Identidade para pessoas de todas as idades nesta terça

Detran.RJ fará a emissão do documento que substituirá o RG estadual

Modelo de como é a nova Carteira de Identidade Nacional (CIN)  (Governo Federal / Divulgação )

Modelo de como é a nova Carteira de Identidade Nacional (CIN) (Governo Federal / Divulgação )

Publicado em 2 de julho de 2024 às 08h22.

Última atualização em 4 de julho de 2024 às 17h43.

O Detran do Rio de Janeiro irá emitir o novo modelo da Carteira de Identidade Nacional (CIN) para cidadãos de todas as idades a partir desta terça-feira, 2. O documento irá substituir o RG estadual a partir de 2032, quando se tornará o único documento de identificação nacionalmente aceito.

O CIN foi criado com o objetivo de dificultar fraudes e tem o CPF como único número de identificação. A primeira via da CIN é isenta do pagamento de taxas ou Duda. Desde janeiro de 2023, o Detran está fazendo a emissão escalonada do documento por idade. Até o momento, já foram produzidas 659.283 carteiras no estado.

Como emitir A CIN?

Para emitir a nova carteira de identidade, é necessário levar os seguintes documentos ao órgão responsável pela emissão:

  • Certidão de nascimento ou casamento;
  • Número de inscrição no CPF;

Quem não tiver CPF pode tirar o documento pelo site da Receita Federal ou em unidades conveniadas como Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Correios e cartórios de Registro Civil.

Sistema de segurança da CIN

O presidente do Detran.RJ, Glaucio Paz, ressalta a segurança do novo modelo, que usa codificação internacional de passaportes para reduzir risco de fraudes:

"A CIN possui um QR Code que possibilita verificar a autenticidade do documento, bem como saber se ele foi furtado, clonado ou extraviado. A partir de terça-feira, usuários de todas as idades poderão requerer o novo documento de identificação, que evita a duplicidade de registros e dificulta fraudes".

A carteira tem elementos gráficos que dificultam a falsificação, além de um código internacional utilizado em passaportes, chamado MRZ (Zona Legível por Máquina na tradução do inglês). Esse código facilita o uso da identidade como documento de viagem, sendo lido em terminais de autoatendimento nos aeroportos.

Onde é emitida a nova Carteira de Identidade Nacional (CIN)?

Só o Detran.RJ emite a nova CIN no Estado do Rio, assim como a carteira de identidade tradicional.

É obrigatório ter a nova carteira de identidade?

A nova CIN não é obrigatória. Só será obrigatória a partir de fevereiro de 2032 — até lá, o antigo RG ainda é válido —, e pessoas com 60 anos ou mais terão a opção de não mudar o documento.

O que muda com a CIN?

O CPF passa a ser número único e suficiente para identificação do cidadão nos bancos de dados de serviços públicos. O número do RG (Registro Geral) não consta no novo documento.

Qual a função do QR Code na CIN?

O QR Code no verso é mais um instrumento de segurança do documento, dificultando fraudes, além de ter a função de permitir a digitalização da carteira.

A emissão da nova Carteira de Identidade Nacional (CIN) é gratuita?

A primeira via da CIN é gratuita e a segunda via custa R$ 51,18 (mesmo valor da segunda via da identidade tradicional).

É preciso agendamento?

Sim. O público em geral deve fazer o agendamento prévio para atendimento em um dos postos, com dia e hora marcados. De segunda a sexta-feira, o Detran.RJ abre novas vagas a partir das 8h. Quando é atingido o total de vagas, o agendamento é encerrado e reaberto no dia seguinte.

O agendamento é feito no site www.detran.rj.gov.br ou pelo telefone (21) 3460-4040, 3460-4041 e (21) 3460-4042.

Acompanhe tudo sobre:Rio de JaneiroGoverno

Mais de Brasil

Força-tarefa extingue 30 pontos de queimada no Pantanal, diz Marina

CCJ do Senado adia votação da PEC do marco temporal de áreas indígenas

Preocupação do brasileiro com violência cresce em quase um ano e chega a 19%, aponta Genial/Quaest

Aprovação de Lula volta a subir e chega a 54%, aponta Genial/Quaest

Mais na Exame