Depois de neve, SC tem previsão de -7ºc e pode registrar dia mais frio do ano

Neste sábado, o estado pode registrar mínimas negativas entre -2ºC e -7ºC

Frio: temperaturas podem chegar a -7ºc em SC (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Frio: temperaturas podem chegar a -7ºc em SC (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 20 de agosto de 2022 às 10h14.

Última atualização em 20 de agosto de 2022 às 10h15.

A intensa massa de ar de origem polar, que fez cair as temperaturas em Santa Catarina, mantém o frio intenso em todo o estado até domingo, 21. Neste sábado, 20, o estado pode registrar mínimas negativas entre -2ºC e -7ºC entre o Grande Oeste, Planaltos e Alto Vale do Itajaí, podendo ser o dia mais frio do ano.

Na madrugada de sexta-feira, 19, Bom Jardim da Serra registrou a temperatura mais baixa de 2022 em Santa Catarina, quando os termômetros marcaram -6,4ºC.

Ao longo deste sábado, há possibilidade de geada ampla, inclusive no litoral. Durante o dia, a máxima será de 10°C a 18°C na maioria das regiões, de acordo com a meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri).

 Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia.

Nesta semana, a passagem de uma nova frente fria provocou quedas significativas nas temperaturas em cidades do Sudeste e Sul do País, com registro de neve em São Joaquim, em Santa Catarina na noite de quinta-feira, 18. Foi o primeiro registro do fenômeno no inverno de 2022.

A neve também foi registrada em Urupema, Urubici e Bom Jardim da Serra, segundo a Epagri. No ano, o primeiro registro foi na cidade serrana de Urupema, que amanheceu com neve em 17 de maio.

VEJA TAMBÉM: Defesa Civil alerta para frio intenso e chuvas fortes no Sul do Brasil

Foi emitido aviso meteorológico pela Defesa Civil catarinense, em nível de atenção para frio intenso, que é válido até domingo, que deve amanhecer com negativa de até 4ºC nas áreas altas do estado, com condição de geada do Oeste ao Planalto, no Alto Vale do Itajaí e Florianópolis Serrana.

Há ainda risco de ocorrências associadas ao frio intenso, como hipotermia e agravamento de doenças cardíacas e respiratórias e congelamento de pistas. Crianças, idosos, pessoas doentes, moradores de rua e animais de estimação devem ser mantidos agasalhados e em locais protegidos.

Em São Paulo, a Defesa Civil alerta que os termômetros permanecem em nível baixo até domingo, 21, com mínimas na casa dos 15ºC no Estado, podendo, no entanto, atingir 2ºC na Serra da Mantiqueira.

Nesta manhã deste sábado, os termômetros registram 9ºC, com sensação térmica de 6ºC, segundo a Climatempo. Ao longo do dia, a previsão deve variar entre 8ºC e 13ºC. Há chance de um novo recorde de frio do ano na capital paulista, com sensação térmica devendo ser de menos de 10°C em muitas horas. Conforme a Climatempo, até o momento, as temperaturas mais baixas de 2022 foram registradas em 18 de maio de 2022, quando a capital teve mínima de 7°C e a máxima passou dos 12,9°C.

Acompanhe tudo sobre:ClimaFrio

Mais de Brasil

Risco fiscal está 'drenando oportunidades' do Brasil, diz Tarcísio

Fluxo de passageiros para o exterior cresce pelo 24º mês seguido mostra Anac

Brasil bate recorde de conflitos no campo em 2023; indígenas são as maiores vítimas

Ruralistas veem chance de avanço na pauta anti-invasão com imbróglio entre Lira e governo Lula

Mais na Exame