Brasil

Confiança do empresário sobe 0,7% em março e tem a 4ª alta consecutiva, diz FecomercioSP

Resultado positivo foi puxado pelo crescimento de 2,8% nas perspectivas futuras dos empresários

Comércio: empresários estão mais confiantes (Eduardo Frazão/Exame)

Comércio: empresários estão mais confiantes (Eduardo Frazão/Exame)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 9 de abril de 2024 às 12h46.

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) avançou 0 7% na passagem de fevereiro para março, de acordo com a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP). Foi a quarta alta consecutiva do índice, que chegou a 111 pontos, maior nível desde outubro de 2023.

O resultado positivo foi puxado pelo crescimento de 2,8% nas perspectivas futuras dos empresários, aponta a FecomercioSP, que também destaca o aumento de 3% nas expectativas com a economia do País entre os participantes da pesquisa.

Na avaliação da federação, o ciclo de queda dos juros, aliado ao aumento da massa de salários, está entre os vetores que explicam esse resultado positivo.

O otimismo com o futuro, porém, não reflete na avaliação dos empresários do setor sobre o presente. O índice de condições presentes caiu 1,3% entre fevereiro e março e a propensão para investimentos recuou 0,3% no período.

A cautela, avalia a FecomercioSP, está relacionada ao alto endividamento das famílias e a algumas incertezas no ambiente macroeconômico. Neste contexto, a federação destaca que os investimentos permanecem em níveis abaixo dos observados no segundo semestre de 2023.

"Com os efeitos da queda da taxa de juros e a melhora do mercado de trabalho, que, por consequência, gera mais renda disponível das famílias, o empresariado espera que suas receitas melhorem nos próximos meses", pontua o assessor econômico da FecomercioSP Thiago Freitas.

"Isso, porém, acaba ofuscado pelo elevado nível de endividamento das empresas e dos consumidores que, somado ao alto custo financeiro, desestimula significativamente os investimentos". ressalta.

Acompanhe tudo sobre:Comércio

Mais de Brasil

Pessoa afetadas pelas chuvas no RS podem pedir suspensão de dívidas por 6 meses

Fiocruz envia testes de diagnóstico de leptospirose para o Rio Grande do Sul

Programa de habitação da cidade de SP tem licitação anulada e deve atrasar entregas de Nunes

Em meio à crise no RS, governo vai lançar novo sistema de alerta de desastres climáticos

Mais na Exame