Brasil

Ciclone extratropical causa chuvas intensas no Sul do país e Inmet emite alerta de perigo

As tempestades atingem Santa Catarina desde a noite desde domingo, e todos os estados da região devem ser afetados até terça, 16

Carros circulam em trecho da rodovia BR-470, recentemente semi-obstruída por deslizamentos de terra e queda de árvores, em Ibirama, Santa Catarina, Brasil, em 12 de outubro de 2023 (Getty Images)

Carros circulam em trecho da rodovia BR-470, recentemente semi-obstruída por deslizamentos de terra e queda de árvores, em Ibirama, Santa Catarina, Brasil, em 12 de outubro de 2023 (Getty Images)

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 15 de abril de 2024 às 06h58.

As fortes chuvas que atingiram Santa Catarina neste domingo, 14, são um prenúncio do que deve acontecer em toda a região Sul no início desta semana. Um alerta de perigo do Inmet foi emitido com duração até terça-feira, 16. Segundo o MetSul, a chuva será consequência de um ciclone extratropical formado na Argentina.

Por causa do centro de baixa pressão atmosférica, uma frente fria se formou no leste da Argentina e seguiu na direção do Brasil. Por isso, os dias devem ser de muita chuva em todo o Cone Sul do continente: Argentina, Uruguai, Paraguai e sul do Brasil.

Neste domingo, o Inmet emitiu um alerta de perigo, com previsão de chuvas intensas no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná até terça. A estimativa é que o acumulado de chuva fique entre 30 e 100 mm por dia. Além disso, há um alerta, para o mesmo período, sobre fortes ventos costeiros, em todo o litoral sul. Nesse cenário, há risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas, afirma o Inmet.

Cidades de Santa Catarina, principalmente no Sul, sofreram com tempestades e deslizamentos neste domingo. As informações do Centro Nacional de Monitoramento de Desastres (Cemaden) apontaram acumulados em 96 horas até o meio da tarde deste domingo de 378 mm em Garopaba, 266 mm em São José, 260 mm em Antônio Carlos e 257 mm em Canelinha.

Em Garopaba, bombeiros atenderam ocorrência de pai e filha que tiveram de ser resgatados após ficarem ilhados em uma cachoeira. Eles tentavam voltar para casa quando acabaram isolados numa área afetada por inundação e forte correnteza em razão da chuva intensa.

Outro aviso de perigo do Inmet é de chuva intensa, até a manhã desta segunda, 15, no Maranhão, Para e Amapá, em especial na costa. O Centro-Oeste e o resto da região Norte receberam aviso de "perigo potencial", também pela possibilidade de chuva.

Depois do meio da semana, a frente fria deve chegar em São Paulo. Segundo o Climatempo, as temperaturas no estado devem cair a partir de quinta-feira, 18. Não há previsão de muita chuva, mas é possível que aconteçam pancadas isoladas.

Acompanhe tudo sobre:Chuvas

Mais de Brasil

Bolsonaristas criticam Moraes por derrubar norma sobre aborto; governistas apoiam decisão

Enchentes agora atingem SC; mais de 800 estão fora de casa devido a inundações

Nível do Guaíba cai 17 cm em Porto Alegre e segue baixando

Adaptação das cidades à crise climática exige mudança de paradigma, dizem especialistas

Mais na Exame