Brasil tem 98 casos de coronavírus; SP e RJ têm transmissão comunitária

Ministério da Saúde já identificou casos em que não se sabe a origem do contágio

São Paulo — Cresceu para 98 o número de contaminados pelo coronavírus (Covid-19) em todo o Brasil, segundo balanço divulgado pelo Ministério da Saúde no fim da tarde desta sexta-feira 13. O número de suspeitos está em 1.485.

O estado mais populoso do país, São Paulo, continua com o maior número de casos (56). O Rio de Janeiro aparece em segundo lugar com 16. O Ministério da Saúde já classificou, nos dois estados, casos de transmissão comunitária, quando já não é mais possível identificar a origem da infecção da doença.

O balanço ainda mostra casos no Paraná (6), Rio Grande do Sul (4), Distrito Federal (2), Pernambuco (2), Bahia (2), Alagoas (1), Minas Gerais (2), Rio Grande do Norte (1) e Espírito Santo (1).

Pela primeira vez, Santa Catarina aparece na lista com dois casos, que haviam sido confirmado pela Secretaria de Saúde na quinta-feira, 12. Goiás também aparece com três primeiros casos do estado.

Para conter o avanço do vírus pelo Rio de Janeiro, a prefeitura anunciou nesta sexta-feira a suspensão das aulas a partir da próxima segunda-feira, 16. A rede municipal do Rio atende cerca de 150.000 alunos em 1.540 escolas.

As escolas só vão ser abertas das 11 às 13 horas, para servir almoço aos alunos. Isso porque muitas crianças, principalmente as mais pobres, dependem da refeição oferecida pelos colégios.

Já o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que não há necessidade de fechamento de escolas ou cancelamento de eventos — apesar de o Ministério da Saúde ter feito recomendações no sentido contrário. "Não há necessidade de fechamento de escolas, cancelamentos de eventos, de situações drásticas. O que há é necessidade de cuidados", disse o governador.

"Estou absolutamente convicto em não agir dessa maneira, não sou governador para tomar atitudes impensadas e sensíveis no tema da saúde, eu ouço e faço o que especialistas indicam", afirmou também.

Bolsonaro sem coronavírus

Mais cedo, o presidente Jair Bolsonaro disse em seu perfil oficial do Facebook que testou negativo para o coronavírus. Ele realizou os exames após o secretário de Comunicação Social do governo, Fábio Wajngarten, contrair a doença.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.