Acompanhe:

Cerca de 7,6 milhões de veículos devem circular pelas principais rodovias de São Paulo durante o Carnaval, segundo as concessionárias e o Departamento de Estradas de Rodagem (DER). Quem não quiser correr o risco de ficar horas de folia preso no trânsito deve evitar os horários de pico.

A descida para o litoral, por exemplo, só terá menos tráfego na manhã de sexta-feira e no sábado de madrugada ou após às 20 horas. Nos demais horários, não tem como escapar das filas na estrada.

A previsão é de 3,2 milhões de carros nas rodovias concedidas, 1,3 milhão nas estaduais não concedidas e 3,1 milhão nas federais que atendem a capital paulista.

No Sistema Anchieta-Imigrantes, a previsão é de tráfego intenso a partir do meio-dia e até a meia-noite desta sexta, permanecendo assim a maior parte do sábado e no domingo, das 8 às 15 horas. A Operação Descida, com sete pistas no sentido do litoral e três para a capital, pode começar às 11 horas de sexta.

Quem vai para as cidades mais ao sul do litoral, como Peruíbe, pode evitar o Sistema Anchieta-Imigrantes e viajar pela Régis Bittencourt (BR-116), seguindo até Miracatu para pegar a saída para a Padre Manoel da Nóbrega (SP-55) na altura do km 384.

O trecho é cerca de 20 km mais longo, mas desde que a Serra do Cafezal foi duplicada, a Régis passou a ser uma opção para pegar menos congestionamento. O gasto com pedágio, ida e volta, é de R$ 16; na Imigrantes é R$ 35,30.

Para o litoral norte, a Rodovia dos Tamoios tem previsão de tráfego intenso apenas na sexta-feira à tarde, em direção a Caraguatatuba. Os motoristas devem levar em conta que as pistas de descida da serra podem ser interditadas por segurança se chover 100 milímetros ou mais na região no espaço de 72 horas. Nesse caso, a descida é pela serra nova (pista de subida), no sistema pare e siga, e as filas são inevitáveis.

O Climatempo prevê chuvas à tarde e à noite durante os dias de Carnaval. Qualquer alteração pode ser consultada no site da operadora .

O motorista que vai para o interior pelos sistemas Castello Branco-Raposo Tavares e Anhanguera-Bandeirantes evita congestionamento se viajar fora destes horários de pico: na sexta, entre 15 e 20 horas, e no sábado, das 9 às 13.

O Corredor Ayrton Senna-Carvalho Pinto, que distribui o tráfego para a Serra da Mantiqueira e litoral norte, estará mais movimentado das 8 horas de sexta até 1 hora de sábado, dia em que volta a ficar cheio das 4 às 19 horas.

Vigilância

As estradas terão reforço na vigilância: a Polícia Rodoviária Estadual vai mobilizar 6,2 mil policiais durante os cinco dias de folia. Esse efetivo terá à disposição cerca de mil viaturas e 434 radares, além de 3 mil câmeras de monitoramento ao longo das rodovias. No litoral, serão usados drones em alguns trechos mais críticos.

Motoristas ao volante após ingerir bebidas alcoólicas estarão no foco da fiscalização. Os policiais terão 2,2 mil bafômetros à disposição para isso. Conforme o Código de Trânsito Brasileiro, a multa para qualquer quantia de álcool no sangue é de R$ 2.934 70, além da suspensão do direito de dirigir por 12 meses. Há ainda o risco de prisão, caso a quantidade de álcool passe de 0,34 mg/l.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Justiça torna réus 19 alvos da Operação Fim da Linha em SP
Brasil

Justiça torna réus 19 alvos da Operação Fim da Linha em SP

Há 4 horas

Ministro diz que em reunião com Nunes reforçou disposição para ajustes no setor de distribuição
Brasil

Ministro diz que em reunião com Nunes reforçou disposição para ajustes no setor de distribuição

Há 7 horas

Governo Tarcísio testará uso de IA para atualizar material didático de escolas de SP
Brasil

Governo Tarcísio testará uso de IA para atualizar material didático de escolas de SP

Há 8 horas

Enel SP apresenta a Nunes plano de investimento de R$ 6,2 bilhões entre 2024 e 2026
Brasil

Enel SP apresenta a Nunes plano de investimento de R$ 6,2 bilhões entre 2024 e 2026

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais