A página inicial está de cara nova Experimentar close button
Conheça o beta do novo site da Exame clicando neste botão.

Candidatos à prefeitura de SP fazem último debate antes das eleições

O evento começa às 22 horas e será transmitido ao vivo pela TV Cultura; o prefeito de SP, Bruno Covas, é favorito, como mostram as pesquisas

A três dias do primeiro turno, os candidatos à prefeitura de São Paulo participam nesta quinta-feira, 12, do último debate antes das eleições municipais, que acontecem no próximo domingo. O evento começa às 22 horas e será transmitido pela TV Cultura.

O prefeito da capital paulista, Bruno Covas (PSDB), segue com a liderança na disputa. Pesquisa Datafolha divulgada na noite de quarta-feira, 11, mostra o prefeito com 32% das intenções de voto. O tucano mostrou uma melhora em relação ao último levantamento, de 22 de outubro, quando vinha com 28%.

Melhora parecida já havia sido reportada na pesquisa Ibope, de segunda-feira, 9, quando Covas passou de 26% no fim de outubro para 32%.

No segundo lugar, segundo o Datafolha, há um empate técnico entre Guilherme Boulos (PSOL), que cresceu de 14% para 16%, e Celso Russomanno (Republicanos), que caiu de 16% para 14%.

Há ainda neste bolo Márcio França (PSB), em quarto lugar, que foi de 13% para 12% no Datafolha. O candidato do PT, Jilmar Tatto, caiu de 6% para 4%.

O debate de hoje, que será sediado do Memorial da América Latina, é o segundo transmitido por uma emissora de TV até agora, em função dos cuidados que vem sendo adotados pela pandemia do coronavírus. Em outubro, a Band também transmitiu o evento.

Na quarta-feira, os quatro candidatos que lideram a pesquisa participaram de debate promovido por Folha de S. Paulo e UOL. Entre rusgas e provocações, os candidatos quase não citaram a pandemia de covid-19.

Boulos e Covas foram os que mais falaram. O candidato do PSOL voltou a prometer um programa de renda básica para a população e foi questionado pelo tucano sobre responsabilidade fiscal. Boulos também foi acusado por França de ter pouca experiência para gerir a cidade e acusou o candidato do PSB de ter deixado um legado elitista quando foi governador do estado.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também