Brasil

Bombeiros lançarão flores no local da barragem em Brumadinho

Lançamento será feito a partir do local do rompimento da barragem, passando pelo refeitório e seguindo os demais pontos por onde a lama passou

Corpo de Bombeiros de Minas Gerais fará uma homenagem hoje (1º) às vítimas do rompimento da barragem em Brumadinho (Pedro Vilela/Getty Images)

Corpo de Bombeiros de Minas Gerais fará uma homenagem hoje (1º) às vítimas do rompimento da barragem em Brumadinho (Pedro Vilela/Getty Images)

AB

Agência Brasil

Publicado em 1 de fevereiro de 2019 às 10h31.

O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais fará uma homenagem hoje (1º) às vítimas do rompimento da barragem da Mina Córrego do Feijão em Brumadinho, com o lançamento de flores no local do desastre. A previsão é que o helicóptero decole por volta das 12h30 de Belo Horizonte.

"Para quem quiser enviar uma flor para Brumadinho, homenageando as pessoas que perderam a vida, os familiares e amigos dos vitimados por essa tragédia, podem entregar no Batalhão de Operações Aéreas do Corpo de Bombeiros", informou a corporação. O batalhão está localizado na Rua Líder, 84, bairro Aeroporto, na capital mineira.

De acordo com os bombeiros, o lançamento será feito a partir do local do rompimento da barragem, passando pelo refeitório e seguindo os demais pontos por onde a lama passou, a depender da quantidade de flores e pétalas doadas.

As buscas por vítimas do desastre recomeçaram hoje às 7h30. Antes disso, as equipes se reuniram para alinhar as estratégias de trabalho do dia. O balanço mais recente indica 110 mortos, 238 desaparecidos e 394 identificados. Dos mortos, 71 foram identificados por exames realizados pela Polícia Civil. Também há 108 desabrigados e seis pessoas hospitalizadas.

Acompanhe tudo sobre:Brumadinho (MG)Minas GeraisMortesVale

Mais de Brasil

Câmara aprova projeto que cria cadastro nacional de condenados por violência contra a mulher

Comissão da Câmara aprova projeto de lei para incluir animais domésticos no Censo Demográfico

MPF busca solução para liberar 400 estrangeiros retidos no aeroporto de Guarulhos

Lula avaliará situação de Juscelino após viagem, diz Jaques Wagner

Mais na Exame