Bolsonaro Store: ex-presidente lança loja para vender produtos

No site, a apresentação da loja diz que a iniciativa surgiu "manter vivo na memória boa parte dos feitos" de Bolsonaro

A plataforma ainda possui um programa de filiados em que os membros divulgam o site e, caso convertam vendas, recebem uma espécie de comissão (Joe Raedle/Getty Images)

A plataforma ainda possui um programa de filiados em que os membros divulgam o site e, caso convertam vendas, recebem uma espécie de comissão (Joe Raedle/Getty Images)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 27 de fevereiro de 2023 às 12h00.

Última atualização em 27 de fevereiro de 2023 às 12h09.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP) usou suas redes sociais neste domingo, 26, para divulgar um calendário e a própria Bolsonaro Store, loja oficial de e-commerce criada para vender produtos que fazem referência ao mandato do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). No site, a apresentação da loja diz que a iniciativa surgiu "manter vivo na memória boa parte dos feitos" de Bolsonaro.

A loja virtual conta, até o momento, com seis produtos diferentes, de calendário de mesa e parede com imagens da gestão Bolsonaro até canecas, tábuas de churrasco e uma estatueta reproduzindo a silhueta do ex-chefe do Executivo. Em cada item, o slogan da plataforma aparece impresso: "nosso sonho segue mais vivo do que nunca". Os valores vão de R$ 49,90 (calendário) a R$ 109,90 (tábua de churrasco e estatueta).

A plataforma ainda possui um programa de filiados em que os membros divulgam o site e, caso convertam vendas, recebem uma espécie de comissão. A "recompensa" equivale a 10% sobre o valor líquido do pedido - desconsiderando impostos, taxas e frete. O site afirma que as atividades e os produtos contam com o "apoio e colaboração" do ex-presidente.

O domínio da plataforma foi adquirido pelo deputado Eduardo Bolsonaro sob o CNPJ da sua empresa de cursos no dia 6 de fevereiro de 2023. O registro tem validade por dez anos.

A criação de sites para vendas de produtos oficiais já é uma prática comum no ambiente político, principalmente por partidos interessados em complementar a renda das siglas. Ao Estadão, o Partido Liberal afirmou que desconhece a loja e que não está relacionada à sigla.

Nos Estados Unidos desde 30 de dezembro de 2022, Bolsonaro voltou a se pronunciar. Na última quinta-feira, 23, o ex-presidente insinuou que o salário de chefe do Executivo não "compensa", tendo em vista as responsabilidades do cargo. Falando em um culto evangélico, ele citou o valor que costumava receber à frente do Executivo federal e converteu em dólares a remuneração. "Alguém sabe quanto foi o meu salário bruto em dezembro do ano passado? 33 mil reais. Dá aí seis mil dólares. Compensa? Você não vai para lá para ser compensado financeiramente", disse.

Live

Neste domingo, 26, Bolsonaro se emocionou durante uma live. A transmissão contou com a presença do cantor sertanejo Rick Sollo; (da dupla Rick & Renner), do ex-presidente da Caixa Econômica Federal Pedro Guimarães - afastado do cargo após denúncias de assédio -, e do ex-secretário especial de Assuntos Fundiários do Ministério da Agricultura Nabhan Garcia.

No vídeo, Bolsonaro aparece ouvindo Rick cantar a música Não Perca Tua Fé. A canção, com teor religioso, diz que Deus está vendo a luta de cada uma das pessoas e que não é para perder a fé. "Ele tarda mas não falha e, no fim dessa batalha, você vai ser vencedor", canta o sertanejo enquanto o vídeo foca no ex-presidente chorando.

Acompanhe tudo sobre:Eduardo BolsonaroJair Bolsonaro

Mais de Brasil

Conflitos por terra batem recorde no Brasil no primeiro ano do governo Lula

Cármen Lúcia mantém condenação de Deltan por Power Point contra Lula

Risco fiscal está 'drenando oportunidades' do Brasil, diz Tarcísio

Fluxo de passageiros para o exterior cresce pelo 24º mês seguido mostra Anac

Mais na Exame