Brasil

Bolsonaro chega ao Brasil nesta quinta-feira, 30, depois de três meses nos EUA

Ao desembarcar no Brasil, Bolsonaro foi recebido por uma comitiva formada pela ex-primeira-dama, Michelle Bolsonaro, Valdemar da Costa Neto, presidente do PL, e Braga Netto

Jair Bolsonaro: ex-presidente chega ao Brasil em voo comercial. (Alan Santos/PR/Flickr)

Jair Bolsonaro: ex-presidente chega ao Brasil em voo comercial. (Alan Santos/PR/Flickr)

Publicado em 30 de março de 2023 às 06h11.

Última atualização em 30 de março de 2023 às 11h30.

O ex-presidente Jair Bolsonaro voltou ao Brasil nesta quinta-feira, 30, depois de passar três meses nos Estados Unidos. O avião com o ex-presidente tocou o solo de Brasília por volta das 6h40. Ele veio em um voo comercial direto entre Orlando e a capital brasileira.

Ao desembarcar no Brasil, ele foi recebido por uma comitiva formada pela ex-primeira-dama, Michelle Bolsonaro, Valdemar da Costa Neto, presidente do PL, e Braga Netto, que foi vice na chapa derrotada nas eleições. Havia a expectativa de que apoiadores fossem ao aeroporto de Brasília para recepcionar o ex-presidente, mas um forte esquema de segurança impediu aglomerações. Bolsonaro saiu por uma rota reservada e foi em comboio escoltado para um evento fechado.

Veja também:

Desembarque com passagem pela Receita

Bolsonaro teve um procedimento normal ao desembarcar no aeroporto de Brasília. "Enquanto à saída do presidente da área restrita, na Polícia Federal e na Receita Federal, vai ser o procedimento normal de qualquer passageiro chegando no Brasil", afirmou o Juan Djedjeian vice-presidente da Inframérica, concessionária do aeroporto de Brasília, na quarta-feira, 29.

Na qualidade de ex-presidente, Bolsonaro tem facilidades no desembarque, que seria, principalmente, acompanhamento da Polícia Federal na área restrita por questões de segurança e o desvio de filas. O procedimento de declaração para a Receita Federal e de imigração na PF, no entanto, não estão entre as facilidades para ex-presidentes.

A Receita Federal apreendeu um pacote de joias avaliado em R$ 16 milhões que seria um presente do governo da Arábia Saudita para a ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro. O conjunto continha colar, anel, relógio e um par de brincos de diamante e estavam na mochila de um militar, assessor do então ministro Bento Albuquerque. Ambos voltavam de uma viagem pelo Oriente Médio. O pacote foi retido no aeroporto de Guarulhos pela Receita Federal por não ter sido declarado.

Esquema de segurança

A Secretaria de Segurança do Distrito Federal montou um esquema de segurança reforçado para receber o ex-presidente. Não foi permitido, por exemplo, aglomeração de apoiadores no saguão do aeroporto e nos arredores. O acesso ao local foi monitorado, com presença da PM.

O fluxo de acesso ao aeroporto para pessoas com passagem, que trabalham na região ou que precisaram, por exemplo, buscar passageiros foi permitida.

Aceno a apoiadores

Bolsonaro planejava sair do aeroporto em um carro que permitisse o aceno dele a apoiadores, como fazia na época da campanha. O plano não foi colocado em prática, por questões de segurança. Do aeroporto, ele seguiu para o Brasil 21, sede do PL.

O PL planejou uma recepção com autoridades em um salão na sede da legenda. O partido fez um evento fechado com autoridades para receber o ex-presidente Bolsonaro. Entre os presentes, estavam Michelle Bolsonaro, o presidente da sigla, Valdemar Costa Neto, e o ex-ministro e vice na chapa de Bolsonaro na eleição, general Braga Netto.

Rendimento de R$ 100 mil

Bolsonaro terá um cargo de presidente de honra do PL e vai receber um salário R$ 39,2 mil e mais duas aposentadorias a que ele tem direito: uma da Câmara, por ter sido deputado, e outra do Exército. O total de rendimentos chega a cerca de R$ 100 mil mensais. O ex-presidente vai fixar residência em Brasília, onde já alugou uma casa e seu posto de trabalho será em uma sala na sede do PL em um prédio de Brasília.

(Com Agência O Globo)

yt thumbnail
Acompanhe tudo sobre:Jair BolsonaroPL — Partido Liberal

Mais de Brasil

Quando começa o inverno? veja o que esperar para a próxima estação

Massa de ar seco traz baixa umidade para maior parte do país; Inmet alerta para tempestades no RS

Governo diz que concessionária seguirá operando Aeroporto Salgado Filho

Mais na Exame