Brasil

Associação de funcionários do BNDES vê como positiva indicação de Mercadante

Destacado o aspecto positivo do peso político do futuro presidente do BNDES, Koblitz ressaltou que a AFBNDES é apartidária

BNDES: Aloizio Mercadante assumirá a presidencia no governo Lula (Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket/Getty Images)

BNDES: Aloizio Mercadante assumirá a presidencia no governo Lula (Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket/Getty Images)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 13 de dezembro de 2022 às 19h33.

A AFBNDES, associação que representa os funcionários do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), viu a indicação do coordenador técnico da equipe de transição de governo, Aloizio Mercadante (PT), à presidência da instituição de fomento como um "sinal de prestígio" político, disse nesta terça-feira, 13, o presidente da entidade, Arthur Koblitz.

"É positivo, um sinal de prestígio, que o BNDES tenha um dos principais quadros do partido que vai governar o País designado para presidir a instituição", afirmou Koblitz, que também é membro do Conselho de Administração do banco, na vaga destinada a representar os empregados.

Destacado o aspecto positivo do peso político do futuro presidente do BNDES, Koblitz ressaltou que a AFBNDES é apartidária. A posição da entidade, além da defesa dos interesses dos servidores do banco público, é em defesa de uma agenda para o papel do BNDES na política econômica.

Receba as notícias mais relevantes do Brasil e do mundo toda manhã no seu e-mail. Cadastre-se na newsletter gratuita EXAME Desperta.

Segundo Koblitz, os pontos principais da agenda defendida pela AFBNDES são a interrupção do processo de pagamento antecipado da dívida do banco de fomento com a União e um papel mais ativo do BNDES no financiamento aos investimentos na "reindustrialização" do País e na melhoria da infraestrutura.

Para isso, será preciso oferecer ao banco de fomento algum "instrumento" de incentivos, com mudanças na Taxa de Longo Prazo (TLP), os juros cobrados nos financiamentos do BNDES, disse Koblitz.

"Vamos levar a agenda ao futuro presidente. A expectativa é de convergência, mas a nossa associação é independente", afirmou Koblitz.

LEIA TAMBÉM:

Lula anuncia Aloizio Mercadante como próximo presidente do BNDES

Mercadante diz que relatório de transição 'só de revogaço tem 23 páginas'

Acompanhe tudo sobre:Aloizio MercadanteBNDES

Mais de Brasil

RS: eleitor tem até quinta-feira para regularizar ou transferir título

Governo flexibiliza Lei de Licitações para casos de calamidade como o Rio Grande do Sul

Sobe para 157 número de mortos devido às fortes chuvas no RS; veja serviços parados

Fortes chuvas devem atingir Sul e Nordeste; RS deve enfrentar frio intenso

Mais na Exame