Brasil

Aneel mantém bandeira verde em maio, sem custo extra na conta de luz

Devido a condições favoráveis para a geração em hidrelétricas, o atual patamar das bandeiras se mantém verde há 25 meses

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 27 de abril de 2024 às 08h21.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) manteve a bandeira tarifária verde em maio para os consumidores de energia do Sistema Interligado Nacional (SIN), sem adicional na conta de luz. O atual patamar das bandeiras tarifárias se mantém em verde há 25 meses, devido às condições ainda favoráveis para a geração de energia em usinas hidrelétricas.

Criado em 2015, o sistema de bandeiras tarifárias indica aos consumidores os custos da geração de energia no País, e busca atenuar os impactos nos orçamentos das distribuidoras de energia.

Antes, o custo da energia em momentos de mais dificuldades para geração era repassado às tarifas apenas no reajuste anual de cada empresa, com incidência de juros. No modelo atual, os recursos são cobrados e transferidos às distribuidoras mensalmente por meio da "conta Bandeiras".

A bandeira verde, quando não há cobrança adicional, significa que o custo para produzir energia está baixo. Já as bandeiras amarela e vermelha 1 e 2 representam um aumento no custo da geração e a necessidade de acionamento de térmicas, o que está relacionado principalmente ao volume dos reservatórios.

Acompanhe tudo sobre:AneelEnergia elétrica

Mais de Brasil

Códigos de pagamento do INSS: significado de cada um

Justiça manda PT parar de distribuir panfletos contra Nunes e determina apreensão na sede do partido

USP cai para 2º lugar em ranking das melhores universidades da América Latina

Câmara deve votar requerimento de urgência para projeto que equipara caso de aborto a homicídio

Mais na Exame