Acompanhe:

Alexandre de Moraes desbloqueia recursos do PP e Republicanos em ação sobre urnas

Ministro condenou a coligação, também formada pelo PL para apoiar a candidatura do presidente Jair Bolsonaro nas eleições deste ano, por litigância de má-fé

Modo escuro

Continua após a publicidade
Partidos alegam que não foram consultados sobre integridade das urnas (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Partidos alegam que não foram consultados sobre integridade das urnas (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A
Agência Brasil

Publicado em 25 de novembro de 2022 às, 19h07.

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes, excluiu hoje (25) o PP e o Republicanos do bloqueio de recursos do fundo partidário determinado na decisão que negou pedido da Coligação Pelo Bem do Brasil para questionar votos do segundo turno das eleições.

Na quarta-feira (23), Moraes condenou a coligação, também formada pelo PL para apoiar a candidatura do presidente Jair Bolsonaro nas eleições deste ano, por litigância de má-fé, aplicando multa de R$ 22,9 milhões. Para garantir o pagamento, foi determinada a suspensão de repasses do Fundo Partidário.

Receba as notícias mais relevantes do Brasil e do mundo na newsletter gratuita EXAME Desperta.

Após a decisão, o PP e o Republicanos alegaram no TSE que não foram consultados sobre a ação que questionou o suposto mau funcionamento de urnas e que "reconheceram o resultado e a validade das eleições de 2022".

Ao decidir a questão, Moraes concordou que o PL não poderia falar pelos demais partidos ao protocolar a ação.

"Ambos os partidos - Progressistas e Republicanos - afirmaram, expressamente, que reconheceram publicamente por seus dirigentes a vitória da Coligação Brasil da Esperança nas urnas, conforme declarações publicadas na imprensa e que, em momento algum, questionaram a integridade das urnas eletrônicas, diferentemente do que foi apresentado única e exclusivamente pelo Partido Liberal", escreveu o ministro.

LEIA TAMBÉM:

Últimas Notícias

Ver mais
Bolsonaro fica em silêncio em depoimento à PF, diz defesa
Brasil

Bolsonaro fica em silêncio em depoimento à PF, diz defesa

Há 3 horas

Chuvas causam estragos em Campos do Jordão, Aparecida e mais cidades de SP
Brasil

Chuvas causam estragos em Campos do Jordão, Aparecida e mais cidades de SP

Há 3 horas

'Não interessa ao Brasil viver em um mundo fraturado', diz Mauro Vieira no final da reunião do G20
Brasil

'Não interessa ao Brasil viver em um mundo fraturado', diz Mauro Vieira no final da reunião do G20

Há 3 horas

Governo antecipa pagamento de R$ 30,1 bi em precatórios para ajudar crescimento no início do ano
Brasil

Governo antecipa pagamento de R$ 30,1 bi em precatórios para ajudar crescimento no início do ano

Há 4 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais