Custódia de Valor: Como Armazenar suas Criptomoedas

O mercado de criptomoedas explodiu e muitos investidores ainda não sabem como guardar seus ativos; conheça algumas opções para armazená-los de forma segura

A adoção de criptomoedas por investidores institucionais e individuais aumentou consideravelmente, nos últimos meses. Entretanto, novos investidores têm se deparado com um mercado de investimentos diferente do habitual, especialmente no que diz respeito a guarda e custodia de criptomoedas e ativos digitais. Neste artigo, apresentaremos algumas opções de armazenamento destes ativos digitais, e discutiremos a evolução do mercado de custodia de criptomoedas. 

Custódia de criptoativos é, basicamenteuma infraestrutura tecnológica necessária para um investidor armazenar e ter acesso a suas criptomoedas e ativos digitais em um ambiente totalmente digital e privado. 

Uma vez que as criptomoedas são criadas a partir da tecnologia Blockchain, a custódia desses ativos também deve ser realizada em um ambiente totalmente digital de Blockchain. 

As criptomoedas e ativos digitais não são ativos tangíveis, portanto devem ser armazenados em “carteiras” com endereços eletrônicos, que são denominadas “carteiras digitais”. As carteiras digitais são por sua vez acessadas por meio de chaves privadas/senhas, e com a posse destas dessas chaves, os proprietários das criptomoedas são capazes de acessar, receber e enviar seus criptoativos (análogo a uma caixa de email com nome do usuário e senha).  

Com o crescimento da popularidade das criptomoedas, vemos um crescente aumento no numero de carteiras e empresas dedicadas a este segmento da indústria.  De acordo com Philip Gradwell, economista na Chainalysis, empresa de análise de Blockchain, a criação de carteiras digitais atingiu recordes em 2020:  

  • Carteiras com no mínimo 1.000 BTCs: aumento de 17%, atingindo 2.052 unidades, um resultado da a entrada de investidores institucionais no mercado. 
  • Carteiras com até 1.000 BTCs: aumento de mais de 7%, alcançando 2.274 unidades, um reflexo do continuo suporte de antigos investidores. 
  • Carteiras com até 5 BTCs: aumento de 4%, alcançando 234.408 unidades, ilustrando a entrada de novos investidores de varejo. 

As soluções para a custódia de criptomoedas pode variar de acordo com certas necessidades do investidor, tais como: investidor institucional ou individual, nível de familiaridade com a tecnologia e frequência de transações e negociações de criptomoedas. Dessa forma, alguns investidores podem optar pela custódia a partir do armazenamento terceirizado, enquanto outros podem realizar a custódia por meio de carteiras online “Hot Wallets” ou carteiras off-line “Cold Wallets”. 

 

Custódia Terceirizada

 

A solução de custódia de criptoativos feita por terceiros, geralmente e realizada por instituições financeiras regulamentadas, como: bolsas de criptomoedas, bancos, serviços de corretagem e plataformas que permitem comprar, vender e armazenar criptomoedas. 

Estes “custodiantes qualificados” cuidam dos fundos de investidores, protegendo seus ativos em seu sistema. Para realizar este serviço, as instituições cobram taxas com base sobre os ativos sob custódia e ou transferência dos mesmos. Exemplos de custodiantes qualificados incluem:   

  • Xapo: carteira exclusiva para a custódia de Bitcoins. A carteira Xapo oferece uma interface amigável com fácil navegação pelos produtos disponibilizados pela Xapo. Também possibilita a compra e venda de Bitcoins, além de um cartão de débito para compra de bens e serviços pagos com Bitcoin. 
  • Bitgo: sua carteira cobre mais de 75% da capitalização do mercado digital, suportando mais de 100 ativos digitais. Também oferece uma plataforma para a troca instantânea de ativos digitais a taxas que variam de acordo com o volume de ativos negociados. 
  • Coinbase: uma das maiores bolsas de criptomoedasdisponibiliza aos seus clientes uma carteira digital, que permite ao investidor comprar, vender, transacionar e armazenar criptomoedas com segurança. Esta plataforma oferece suporte em mais de 100 países.  
  • Fidelity Digital Assets: proporciona aos investidores institucionais soluções de custódia de Bitcoins com exclusivos controles de segurança operacional e cibernética a nível institucional, por meio de uma carteira que possui uma abordagem multidisciplinar, desenvolvida a partir de profissionais de tecnologia e engenharia que dominam o espaço Blockchain, além de oferecer serviços de negociação de criptografia para bancos e outras instituições financeiras. 

Já para investidores individuais, as soluções de custódia podem ser oferecidas por meio de sistemas de Cold Wallets (off-line)  ou Hot Wallets (online).   

 

Carteiras Frias (Cold Wallets) /Offline 

 

armazenamento de criptomoedas offline, ocorre quando o sistema não está conectado a uma rede/Internet. O acesso a esta carteira digital é realizado através de chaves de assinatura/senhas em dispositivos de hardware que guardam as chaves. Esta forma de custódia proporciona aos investidores de criptomoeda maior segurança contra ataques cibernéticos e hackers, porém, oferece maior dificuldade para gerar liquidez no curto prazo visto que toda vez que o investidor quiser acessar seus cripto ativos é necessário conectar o hardware “Cold Wallet” a Internet. Algumas das principais carteiras offline no mercado atual são:  

  • Ledger: com conectividade bluetooth e USB, esta é uma das carteiras de hardware mais populares, possuindo um sistema certificado para resistir a ataques cibernéticos. A carteira suporta mais de 30 criptomoedas e armazena mais de 1500 tokens 
  • Trezor: apresenta interface touchscreen e permite armazenar diversas cripomoedas e mais de 1600 tokens. A carteria ainda permite a conversão em moeda fiduciária e oferece segurança com várias assinaturas. 

 

Carteiras Quentes (Hot Wallets) /Online

 

O armazenamento online de criptomoedas, ocorre quando o sistema de custódia é conectado a uma rede/Internet. O acesso a esta carteira é realizado por chaves de assinatura/senhas conectadas diretamente a Internet. Por estar 100% conectada a Internet, esta carteira proporciona maior vulnerabilidade, expondo as chaves de assinatura à riscos de ataques cibernéticos. Por outro lado, Hot Wallets oferecem maior agilidade e velocidade de liquidez por conseguirem fazer transações imediatas. Algumas das carteiras de armazenamento online mais populares são: 

  • Jaxx: carteira compatível com várias plataformas e interfaces, além de possuir recurso de emparelhamento de multiplataforma. O download da carteira já foi executado por mais de 1,2 milhões de vezes, suportando mais de 90 criptomoedas diferentes. 
  • Edge: ótima opção para investidores que negociam com frequência. Suporta mais de 30 criptomoedasaltcoins e alguns tokens ERC-20. 
  • Exodus: suporta algumas criptomoedas e tokens ERC-20, além do Bitcoin. Não é necessário registro ou verificação de identidade, mas é necessário um backup da chave de assinatura. 

Do ponto de vista regulatório, serviços de custódia de criptomoedas é extremamente importante, para investidores institucionais. De acordo com uma regulamentação elaborada pela Securities and Exchange Commission (SEC) dos Estados Unidos, qualquer investidor institucional que possua mais de US$ 150.000 em ativos de clientes, são obrigados a armazená-los com um “custodiante qualificado”, como bancos, corretoras registradas e instituições financeiras estrangeiras, para garantir os ativos. 

Dessa forma, podemos observar que apesar de haver regulamentações que exigem a custódia de criptomoedas em instituições financeiras qualificadas, o universo de cripto ativos também permite que o armazenamento do ativo seja realizado pelo próprio indivíduo, desde que este compreenda o ecossistema cripto e se sinta familiarizado com a tecnologia das carteiras digitais. 

Sendo assim, o que aconselho é que você pesquise sobre a melhor forma de custódia para você, como investidor, sua projeção de investimento e uso da moeda, a instituição ou plataforma onde pretende armazenar seus ativos e se considera sua solução de custódia a mais adequada e segura para manter seus ativos digitais.

No curso "Decifrando as Criptomoedas" da EXAME Academy, Nicholas Sacchi, head de criptoativos da Exame, mergulha no universo de criptoativos, com o objetivo de desmistificar e trazer clareza sobre o funcionamento. Confira.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.