Zee.Dog investe em ração natural para cachorro: veja vídeo

Produtos são fabricados em Americana, no interior de São Paulo, com ingredientes como cenoura, óleo de peixe e alecrim; faturamento deve chegar a R$ 250 milhões por ano
Pedro Vital Brazil, sócio da Zee.Dog Kitchen: faturamento de R$ 250 milhões (divulgação/Divulgação)
Pedro Vital Brazil, sócio da Zee.Dog Kitchen: faturamento de R$ 250 milhões (divulgação/Divulgação)
Carla Aranha
Carla Aranha

Publicado em 12/08/2022 às 09:38.

Última atualização em 15/08/2022 às 11:46.

Depois de passar uma temporada nos Estados Unidos, os gêmeos Felipe e Thadeu Diz ficaram intrigado com o sucesso de marcas como a Skullcandy, de fones de ouvido, que estavam transformando produtos relativamente simples em sonhos de consumo. Na mesma época, a Apple lançava modelos cada vez mais sofisticados do Iphone. De volta do Brasil, os empreendedores perceberam uma lacuna de mercado. “Fomos comprar coleira para o nosso cachorro e notamos que não havia variedade, era tudo igual e sem graça”, diz Felipe. "Havia uma clara oportunidade para empresas inovadoras do setor". Assista o vídeo:

Em 2012, eles se juntaram ao amigo de infância Rodrigo Monteiro para criar a Zee.Dog, de produtos para pets. Dez anos depois, já consolidada no mercado (o faturamento em 2021 chegou a 220 milhões de reais), a empresa lançou uma marca de alimentação natural para cachorros, a Zee.Dog Kitchen.

As rações levam alimentos como cenoura, óleo de peixe, manjericão desidratado, extrato de chá verde e alecrim -- também há opões para cães em dietas restritivas, com refeições de baixa caloria, e para aqueles que têm pele sensível.

A fábrica, localizada em Americana, no interior de São Paulo, deve produzir 3,6 mil toneladas de ração por ano, o que deve vendas da ordem de 250 milhões de reais. “O segredo é o processo de fabricação, baseado na utilização de produtos naturais para substituir conservantes e em ingredientes como legumes e proteínas”, diz Pedro Vital Brazil, sócio da Zee.Dog Kitchen.

Com presença em 50 países, faz parte dos planos da empresa estudar oportunidades no exterior. “Há uma demanda por alimentação para pets natural”, afirma Brazil.

A diversificação é um dos principais pilares do crescimento do negócio. Em 2020, a marca lançou uma divisão de streetwear, a Zee.Dog Human, que já colocou no mercado mais de 300 itens para humanos, entre roupas, acessórios e artigos de decoração que são vendidos em países como a Turquia, Canadá, Israel, Coreia do Sul, Costa Rica e Japão.

A empresa também criou um aplicativo de entregas, o Zee.Now, uma espécie de iFood dos animais de estimação. Em apenas um ano, a ferramenta proporcionou mais de 28 milhões de reais em vendas. “Nosso principal desafio é nos mantermos relevantes, por isso a busca por ampliação do portfólio e investimentos em pesquisa e inovação”, afirma Diz.

Notícias exclusivas de agro e o que movimenta o mercado

Você já conhece a newsletter semanal EXAME Agro? Você assina e recebe na sua caixa de e-mail as principais notícias sobre o agronegócio, assim como reportagens especiais sobre os desafios do setor e histórias dos empreendedores que fazem a diferença no campo.

Toda sexta-feira, você também tem acesso a notícias exclusivas, o que move o mercado e artigos de especialistas.