F1: Tereos leva energia renovável a exposição sobre os 50 anos do GP do Brasil

O Grande Prêmio de São Paulo de Fórmula 1 é realizado no domingo, 13, a partir das 15 horas no horário de Brasília
Plantação: energia renovável é feita a partir da biomassa de cana. (Divulgação/Divulgação)
Plantação: energia renovável é feita a partir da biomassa de cana. (Divulgação/Divulgação)
G
Gilson Garrett JrPublicado em 12/11/2022 às 08:11.

A exposição que conta a história dos 50 anos da Fórmula 1 no Brasil tem um certificado que garante que 100% da energia usada no evento foi compensada a partir da comercialização de créditos de energia renovável, neutralizando assim as emissões de carbono. Essa certificação é feita pela Tereos, fabricante do açúcar Guarani e uma das líderes na produção de açúcar, etanol e energia a partir da biomassa da cana no país.

Gustavo Segantini, diretor comercial da Tereos, explica que para compensar a emissão de carbono é usado o chamado I-REC. O sistema é reconhecido por cerca de 70 países e comprova a geração de energia limpa a partir da rastreabilidade de origem. A empresa conseguiu a certificação desde o ano passado por conta da produção de  energia elétrica a partir da biomassa da cana-de-açúcar. A companhia já comercializou aproximadamente 30 mil certificados como este.

A Tereos já fez parceria com outros eventos para neutralizar a emissão de carbono, como o festival João Rock, em Ribeirão Preto (SP), Coala Festival, realizado na cidade de São Paulo, e a São Paulo Oktoberfest. "Nosso grande objetivo é criar uma maneira de reforçar o pilar sustentabilidade dentro do universo de entretenimento. Muitas pessoas não se dão conta de que os eventos culturais também emitem carbono e nós podemos ajudar na compensação", diz.

A exposição é realizada até o dia 20 de novembro na Oca do Parque Ibirapuera, em São Paulo, e conta os 50 anos em que o GP do Brasil é realizado no país. A primeira corrida da Fórmula 1 foi disputada em solo brasileiro em 1972. Na época, ainda não contava para os pontos do campeonato mundial. Nas cinco décadas de história, a corrida passou pelo Rio de Janeiro e por São Paulo.

O Grande Prêmio de São Paulo de Fórmula 1 é realizado no domingo, 13, a partir das 15 horas no horário de Brasília. A corrida é a penúltima do campeonato e o piloto Max Verstappen (Red Bull) já venceu de forma antecipada, com 416 pontos. Sergio Perez (Red Bull) está em segundo, com 280 pontos (veja os horários e onde assistir).

Serviço - 50 Grandes Prêmios no Brasil

  • Local: Pavilhão Lucas Nogueira Garcez (Oca) - Ginásio Ibirapuera Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral, S/n - Portão 2 - Vila Mariana, São Paulo - SP, 04094-050
  • Datas: Terça a Domingo Horários: Terça - 10h às 21h (entrada Gratuita) Quarta/Sexta - 10h às 21h (Entrada R$ 50,00) Sábado/Domingo – Em horários determinados.
  • Ingressos: a partir de R$ 50,00

*A exposição vai até o dia 20 de novembro

LEIA TAMBÉM