Exame.com
Continua após a publicidade

Os mais talentosos sempre têm opções, mesmo na crise?

Eduardo Ferraz, consultor em gestão de pessoas, fala sobre talento e caminhos de carreira

Os mais talentosos sempre têm opções, mesmo na crise?
C
Camila Pati

Publicado em 3 de março de 2016 às, 09h00.

Última atualização em 6 de dezembro de 2018 às, 15h47.

São Paulo - A crise afeta profissionais talentosos? Confira o que o consultor Eduardo Ferraz, especialista em gestão de pessoas, diz, neste vídeo de carreira.

Continua após a publicidade

Veja Também

Confiança do consumidor sobe 1,9 ponto em abril ante março, a 93 2 pontos, afirma FGV
Economia

Há 3 horas • 1 min de leitura

Confiança do consumidor sobe 1,9 ponto em abril ante março, a 93 2 pontos, afirma FGV

Confederação da Agricultura e Pecuária defende derrubada de vetos em projetos do agro no Congresso
Brasil

Há 3 horas • 2 min de leitura

Confederação da Agricultura e Pecuária defende derrubada de vetos em projetos do agro no Congresso

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
Gol vai suspender transporte de pets após morte de cachorro
Brasil

Há 3 horas • 2 min de leitura

Gol vai suspender transporte de pets após morte de cachorro

Brasileirão de 2024 terá NFTs gratuitos que podem ser trocados por ingressos, brindes e experiências
Future of Money

Há 3 horas • 2 min de leitura

Brasileirão de 2024 terá NFTs gratuitos que podem ser trocados por ingressos, brindes e experiências

Os desafios da evolução dos custos no sistema de saúde suplementar (e a luz no fim do túnel)
Apresentado por EY PARTHENON

Há 3 horas • 5 min de leitura

Os desafios da evolução dos custos no sistema de saúde suplementar (e a luz no fim do túnel)

Congresso analisa vetos de Lula sobre saidinha, bets e emendas de comissões
Brasil

Há 3 horas • 4 min de leitura

Congresso analisa vetos de Lula sobre saidinha, bets e emendas de comissões

“Atrapalhou o dia-a-dia mais que esperávamos”, admite CEO do Spotify após demitir 1.500 pessoas
Tecnologia

Há 4 horas • 2 min de leitura

“Atrapalhou o dia-a-dia mais que esperávamos”, admite CEO do Spotify após demitir 1.500 pessoas