Acompanhe:

Toshiba planeja avanço quanto a TVs 3D que não requerem óculos

Necessidade de óculos especiais é considerada como grande obstáculo às vendas de TVs 3D

Modo escuro

Continua após a publicidade
Toshiba acredita no aumento das vendas de TVs 3D que não requerem óculos (Ethan Miller/Getty Images)

Toshiba acredita no aumento das vendas de TVs 3D que não requerem óculos (Ethan Miller/Getty Images)

I
Isabel Reynolds

Publicado em 5 de janeiro de 2011 às, 13h48.

Las Vegas - A Toshiba começará a vender televisores 3D que não requerem óculos especiais e dotados de telas grandes no ano fiscal de 2011, e planeja começar a oferecê-los fora de seu mercado de base, o Japão, anunciaram executivos do grupo na terça-feira.

O conglomerado japonês também anunciou uma meta ambiciosa para elevar em um terço seu volume de venda de televisores, no ano fiscal que começa em abril, a 20 milhões de unidades.

A Toshiba, cujos produtos variam de eletrodomésticos a usinas nucleares, já lançou versões de 12 e de 20 polegadas de seus televisores 3D que não requerem óculos especiais, no Japão.

A necessidade de óculos especiais é considerada como grande obstáculo às vendas de TVs 3D, mas rivais da Toshiba alegaram que a tecnologia que permite assistir sem óculos especiais oferece ângulo de visão muito restritivo.

Atsushi Murasawa, diretor de produtos visuais da Toshiba, disse a jornalistas na Consumer Electronics Show (CES), terça-feira em Las Vegas, que a reação aos aparelhos havia sido positiva.

A empresa demonstrará protótipos de modelos 3D que não requerem óculos especiais dotados de telas de 56 e 65 polegadas, na CES, e provavelmente lançará dois modelos, um com tela superior a 40 polegadas e outro com tela superior a 50 polegadas, de acordo com um porta-voz da Toshiba.

"Eles não serão dirigidos apenas ao mercado japonês, mas também aos Estados Unidos, Europa e China", disse Murasawa, sem oferecer detalhes sobre datas de lançamento ou preços dos novos produtos.

A Toshiba fabrica ela mesma as telas de cristal líquido para seus televisores 3D dotados de telas pequenas e que não requerem óculos, mas disse que necessitaria de fornecedor externo para telas maiores.

A empresa também vende TVs 3D para uso com óculos, semelhantes aos oferecidos por rivais como a Sony.

A Toshiba quer aumentar suas vendas de televisores nos países em desenvolvimento e conquistar 10 por cento do mercado dos Estados Unidos, ante sua atual participação de sete a oito por cento, disse Murasawa.

Últimas Notícias

Ver mais
Porto tem trimestre acima do consenso; Kakinoff quer manter ritmo de crescimento
Exame IN

Porto tem trimestre acima do consenso; Kakinoff quer manter ritmo de crescimento

Há 14 horas

Na WEG, a falácia da baixa rentabilidade fora do Brasil
Exame IN

Na WEG, a falácia da baixa rentabilidade fora do Brasil

Há 18 horas

Indústria química no Brasil atinge menor nível de capacidade instalada da história em 2023
Brasil

Indústria química no Brasil atinge menor nível de capacidade instalada da história em 2023

Há 20 horas

CEO da Alliança renuncia e Isabella Tanure assume comando
Exame IN

CEO da Alliança renuncia e Isabella Tanure assume comando

Há 22 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais