Acompanhe:

Sony aposta em nova câmera digital

Iniciativa é mais uma investida da empresa na disputa pela liderança no mercado

Modo escuro

Continua após a publicidade
EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

D
Da Redação

Publicado em 14 de agosto de 2010 às, 11h03.

São Paulo - A Sony fez mais uma investida na luta pela liderança no mercado de câmeras digitais, com uma nova linha de modelos menores, mas que contam com funções normalmente reservadas às câmeras maiores, profissionais.

As câmeras EVIL (sigla em inglês para "visor eletrônico, lente trocável") se tornaram um hit instantâneo no Japão no momento em que chegaram às prateleiras, em junho, apoiadas em uma forte estratégia de publicidade.

A Sony conseguiu captar quase 20 por cento do mercado japonês de câmeras SLR (single-lens reflex) no mês, enquanto a fatia conjunta da Canon e da Nikon caiu quase 10 por cento, segundo pesquisa da BCN.

Se a tendência virar moda em outros mercados além do Japão, a Sony pode realizar seu sonho de expandir para o lucrativo setor de câmeras profissionais e semi-profissionais, onde após anos tentando continua em um distante terceiro lugar.

"É uma evolução que pode afetar a atual liderança da Nikon e da Canon no mercado, que juntas detêm 75 por cento do mercado", disse Christopher Chute, do grupo de estudos IDC, em email.

Com 8 bilhões de dólares em vendas, os negócios de câmeras digitais da Sony, que inclui tanto câmeras de fotografia quanto de vídeo, representam quase 10 por cento da receita total da Sony no ano fiscal encerrado em março.

Últimas Notícias

Ver mais
Depois do "back to basics", CVC mira 2 mil lojas
Exame IN

Depois do "back to basics", CVC mira 2 mil lojas

Há um dia

Clube CHRO: Qual será o maior desafio do Brasil nos próximos anos?
seloCarreira

Clube CHRO: Qual será o maior desafio do Brasil nos próximos anos?

Há um dia

MELHORES E MAIORES 2024: inscrições estão abertas
seloNegócios

MELHORES E MAIORES 2024: inscrições estão abertas

Há um dia

Pasta do Comércio da China se compromete a ajudar empresas e a impulsionar demanda doméstica
Economia

Pasta do Comércio da China se compromete a ajudar empresas e a impulsionar demanda doméstica

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais